Cia das Artes irá representar Maricá no Miami City Ballet

Foto: Ruy Machado

No princípio do mês de agosto desde ano, os alunos da Cia das Artes de Itaipuaçu participaram de uma audição para Miami City Ballet School. Eram 33 crianças e adolescentes de todo o país e o resultado não poderia ter sido melhor, a Cia de Maricá aprovou seis alunos para participarem de um intensivo de Ballet nos Estados Unidos, em julho de 2021.

Mas o sucesso dos alunos da Cia das Artes não parou aí. Outros seis também passaram para um curso de verão, mas agora no Rio de Janeiro, a Summer Brasil 2021. Se durante o curso, que será realizado em janeiro, os alunos tiverem um bom aproveitamento também poderão ser aprovados para o intensivo da Miami City Ballet School.

Com isso, a Cia das Artes poderá levar para os Estados Unidos 10 alunos, já que dois deles que passaram para o curso de verão no Rio de Janeiro, já estavam aprovados para Miami.

“É um fato inédito para nossa cidade. Essas crianças vão representar Maricá nos Estados Unidos e precisam muito da ajuda de todos. Já estamos pensando em como arrumar os recursos. Será um grande desafio!”, disse Lídia Maria.

De acordo com o secretário de Cultura de Maricá, Sady Bianchin, a pasta está buscando alternativas para incentivar toda forma de cultura, inclusive as academias de dança como a Cia das Artes.

“Estamos estudando a criação de programas que possam permitir ao artista se programar e participar de editais que possam custear projetos, apresentações e participação em concursos. Assim como o Passaporte Universitário teremos o Passaporte Cultural que abrangerá diversas formas de incentivo“, falou.

Desafio

Sabe aquele ditado popular – Tempo é dinheiro. Pois é…

Passada as audições os alunos enfrentarão um dos maiores desafios na carreira. É que para realizarem o curso da Miami City Ballet School será necessário arcar com despesas que incluem – passaporte, passagens, hospedagem e alimentação. O valor estimado para cada aluno é de 5 mil dólares, o que convertido em reais está variando entre R$ 25 mil e R$ 30 mil.

Os alunos estão em busca de doações, patrocínios e tudo que possa gerar recursos para que os custos do intensivo sejam conseguidos. Até mesmo uma ‘Vaquinha virtual’ está sendo montada para arrecadação de dinheiro.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.