Estado registra aumento de 19% na apreensão de fuzis

Fuzil Foto: PMERJ/ Divulgação

O Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP) divulgou o número de apreensão de armas no Estado. Além disso, o ISP também divulgou os indicadores de criminalidade, onde o destaque foi para os casos de homicídios dolosos que apresentaram queda de 16% em março deste ano na comparação com o mesmo mês de 2020.

Em relação aos armamentos, 638 armas foram apreendidas em todo o estado, sendo 43 fuzis, somente em março. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve um aumento de 13% nas apreensões de armamentos e de 19,4% nos fuzis. Nos três primeiros meses do ano, 1.910 armas foram confiscadas, 136 delas, fuzis. Isso significa que, em média, um fuzil foi apreendido por dia em 2021 no estado.

Na redução dos casos de homicídios, foram registrados 313 casos, chegando ao menor valor para o mês desde 1991, quando se iniciou a série histórica do Instituto de Segurança Pública (ISP). O indicador também teve redução de 13% nos três primeiros meses de 2021 contra janeiro, fevereiro e março do ano passado. Este também foi o menor valor para o trimestre desde 1991.

Crimes violentos

O indicador crimes violentos letais intencionais, que agrega homicídios dolosos, lesão corporal seguida de morte e latrocínio, teve queda de 15% em março e de 12% no primeiro trimestre deste ano na comparação com 2020. Os 326 registros de março representam o menor valor para o mês desde 1999.

 

Notícias Relacionadas