spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #69

spot_img
spot_imgspot_img

Moradora do Abrigo Cristo Redentor inicia vida nova

spot_imgspot_img

Mais lidas

Moradora do Abrigo Cristo Redentor desde março de 2016, Lusia Costa da Silva, de 77 anos, partiu, esta semana, para Minas Gerais, onde vai morar com a irmã, Ana Lúcia Ferreira, e iniciar vida nova. Foi Ana que decidiu recorrer a um advogado para começar os trâmites legais para acolher Lusia, que chegou ao Abrigo Cristo Redentor, unidade administrada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, por decisão judicial, após denúncias de maus-tratos.
 
“De 16 irmãos, agora somos nós duas e estamos juntas novamente. Durante muito tempo, passei por empecilhos colocados pela família dela para conseguir a guarda.  Como moro sozinha e tenho condições de arcar com os custos, fiz questão de buscá-la e estou feliz, já que o melhor lugar para o idoso é com a família”, disse Ana Lúcia, que é aposentada como auxiliar de enfermagem.
No dia 30 de maio, Ana Lúcia esteve no abrigo, onde foi recebida pela coordenadora da ala França Filho, Analu Serri Nóbrega. A partir desse contato, a equipe do Cristo Redentor começou a preparar o processo para a reinserção familiar e acionou os órgãos municipais de Belo Horizonte para que acompanhasse a iniciativa e fizesse, inclusive, uma visita domiciliar a Ana Lúcia Ferreira.
Para a responsável pelo Abrigo Cristo Redentor, Tania Lima, o sucesso dessa reinserção familiar só foi possível após trabalho da equipe de funcionários.
 
“São 238 residentes no Cristo Redentor e, atualmente, 51 não têm qualquer vínculo familiar. A ideia é que, com a parceria com a Delegacia de Descoberta de Paradeiros, a gente consiga encontrar os parentes”, afirmou Tania.
O secretário Gustavo Tutuca destacou a importância do episódio para outros idosos residentes. “O Abrigo Cristo Redentor é o único da rede exclusivo da secretaria, e graças ao trabalho realizado pelos funcionários, hoje podemos comemorar mais esta conquista” – disse o secretário.
 

Fundado em 20 de abril de 1939, o Abrigo do Cristo Redentor do Estado do Rio de Janeiro – ACRERJ-SG, é uma entidade sem fins lucrativos (associação), que tem por finalidade prestar assistência social, moral e material a pessoas carentes ou não, com idade igual ou maior de 60 anos, sem distinção de nacionalidade, sexo, cor ou religião.

 

Localizado à Rua Nilo Peçanha nº 320, na Estrela do Norte,  São Gonçalo-RJ, o Abrigo possui, atualmente, 144 residentes que recebem 6 refeições diárias, além de moradia e o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais, enfermeiras, fisioterapeutas, fonoaudióloga, médicos, nutricionista e psicóloga.

 

O corpo operacional de cuidadores, técnicos de enfermagem e enfermeiras, presta serviço 24 horas sob regime de plantão.

 
Foto: Thiago Toledo
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img