Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Niterói e São Gonçalo celebram Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+

spot_imgspot_img

Mais lidas

Nessa sexta-feira (28/06) é celebrado em todo o país o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, referência a uma revolta ocorrida em 1969 na cidade de Nova York. Niterói e São Gonçalo estão na lista das cidades que estão com programação para celebrar a data.

Uma pesquisa da organização Gênero e Número, com apoio da Fundação Ford, indica que, a cada 10 pessoas do público LGBTQIA+, seis são agredidas verbalmente ou fisicamente pelos próprios parentes.

“Isso porque, nascer com uma orientação sexual que não seja heteronormativa ou com uma identidade de gênero diferente daquela biológica, coloca sobre nós um alvo de todo tipo de violência. É inadmissível normalizarmos a violência contra pessoas em virtude da sua identidade de gênero ou da sua manifestação de afeto. Por isso é fundamental lutar por uma educação inclusiva em todos os seus aspectos, um atendimento na saúde, uma assistência para as pessoas que perdem seus lares por violência familiar. Tudo isso significa defender a vida”, alertou a professora Lívia Miranda, dirigente nacional da União Nacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (UNALGBT).

NITERÓI

  • O evento “Festa Fervo Orgulho LGBTQIA+! 20 anos do Grupo Diversidade de Niterói (GDN)” acontecerá das 19h30min às 2h no Teatro Popular Oscar Niemeyer, que fica na Rua Jornalista Rogério Coelho Neto, s/n – Centro de Niterói.

SÃO GONÇALO

Das 10h às 14h, no Partage Shopping, em São Gonçalo, será inaugurado o Centro de Referência LGBT+, no 2º piso. A inauguração contará com um Seminário que será realizado no espaço do lojista no 1º piso. A temática do evento será sobre empregabilidade LGBT+, que discutirá os desafios e soluções para a inclusão no mercado de trabalho.

HISTÓRIA
Frequentadores do Stonewall Inn, um dos bares gays populares de Manhattan, reagiram a uma operação policial violenta, prática habitual do período. A resistência virou um marco do movimento LGBTQIA+ por direitos nos Estados Unidos (EUA) e passou a ser comemorada em muitos outros países, incluindo o Brasil, como o Dia Internacional do Orgulho LGBT+.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img