ONG “Seja Digital” fará cadastramento nos Cras para distribuir kits para TV digital

Em 25/10 o sinal analógico de TV aberta será desligado em Maricá e outros 18 municípios da região e as transmissões dos canais serão feitas apenas pelo sinal digital, que proporciona imagem e som de melhor qualidade. A organização não-governamental “Seja Digital” será responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o digital da tevê aberta no Brasil e, por determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), terá como missão garantir que a população tenha acesso à tevê digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social, e distribuindo kits gratuitos com antena e conversor para a população de baixa renda cadastrada em programas sociais do Governo Federal.

Sendo assim foi pactuada uma parceria com a Secretaria de Assistência Social, na qual a equipe do “Seja Digital” irá atuar nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), a partir desta terça-feira (01/08). “A atuação nos oito Cras de Maricá será muito importante, pois serão neles que funcionarão os Pontos de Aconselhamento – PDA – através dos quais a população poderá sanar dúvidas sobre o critério de acesso aos kits, se a pessoa já está cadastrada, o que é preciso para fazer o cadastramento, etc, além de agendar a retirada do kit”, explicou o diretor geral da Seja Digital, Antonio Carlos Martelleto.

O processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018. Mais informações acesse o site da ‘Seja Digital’, http://www.sejadigital.com.br.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.