Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Prefeitura de Maricá abre inscrições para curso de marketplace na Escola de Startup

spot_imgspot_img

Mais lidas

A Prefeitura de Maricá abriu, como parte do Programa de Qualificação Profissional em Empreendedorismo Digital da Escola de Startup Maricá, inscrições para o curso de marketplace.

Em uma parceria com a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) com a Universidade Federal Fluminense (UFF) o curso terá sua primeira aula na terça-feira (8), na Universidade de Vassouras, Campus Maricá 1, a partir das 13h30.

Para se inscrever os interessados deverão acessar o link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScyXQC0FcWwWgE6WAEvNqrx7cyXenPhoZ65bi7DgK9Y-My-hw/viewform

O curso contará com 75 vagas e acontecerá de forma híbrida, com aulas ao vivo, que ficarão gravadas na plataforma exclusiva. O curso também contará com workshops presenciais e aulas on-line.

Estas aulas, ministradas por professores da Faculdade de Administração da UFF e de palestras de profissionais do mercado.

“Maricá aposta no desenvolvimento tecnológico em diversas frentes, por isso é de extrema importância que a gente ofereça capacitação de alto nível. A Escola de Startups e o projeto Maricá Edutech, que será lançado ainda neste ano, buscam qualificar para dar mais oportunidades. Neste curso de marketplace, o foco agora será no empreendedor da cidade, que já está podendo ampliar seus negócios nos festivais, circuitos e feiras do calendário do município”, explicou o prefeito de Maricá, Fabiano Horta.

O objetivo é desenvolver o empreendedorismo digital e ensinar as novas tecnologias disponíveis para acelerar ideias e negócios. Assim, promovendo a emancipação econômica e cidadania plena aos empreendedores e microempresários de Maricá.

“As iniciativas da Escola de Startups e o projeto Maricá Edutech se complementam, porque ao mesmo tempo que a gente qualifica as pessoas a trabalharem com ou na área tecnológica, a gente também dá aos munícipes os instrumentos para montar o seu próprio negócio e abrir uma empresa que possa gerar empregos para a cidade, criando aplicativos e softwares. A ideia de ter as duas iniciativas em conjunto é justamente porque elas fazem parte do mesmo programa de desenvolvimento tecnológico. Então, o incentivo à criação de startups está ligado a um programa de criação de mão de obra qualificada para trabalhar na área tecnológica”, comentou o presidente da Codemar, Olavo Noleto.

*estagiária sob supervisão de Lucas Nunes

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img