Samba fica mais triste: morre Wilson Moreira

Foto: Reprodução / Facebook Wilson Moreira

Foto: Reprodução / Facebook Wilson Moreira

Morreu na noite de sexta-feira (06/09), no Rio de Janeiro, o sambista Wilson Moreira, de 81 anos. O anúncio foi feito na página oficial do músico em rede social. Ele sofria de um câncer de próstata e estava internado tratando de problemas renais.

Nascido Wilson Moreira Serra em dezembro de 1936, no bairro de Realengo, na zona oeste do Rio, trabalhou como guia de deficientes visuais, guarda penitenciário e engraxate antes de se dedicar ao samba. De família de jongueiros e tocadores de caxambu, Wilson se interessou pelo samba ainda pequeno.

Entre os sucessos do artista estão Te Segura, Goiabada Cascão, Morrendo de Saudade e Peso na Balança, gravados por Beth Carvalho; Gostoso Veneno, na voz de Alcione; Mulata do Balaio e Deixa Clarear, com Clara Nunes; e Cidade Assassina, gravada por Elizeth Cardoso.

Também foi parceiro de Zeca Pagodinho no sucesso Judia de Mim. Em parceria com Nei Lopes, gravou os discos A Arte Negra de Wilson Moreira e Nei Lopes, lançado em 1980, e O Partido (Muito) Alto de Wilson Moreira e Nei Lopes, de 1985.

O velório acontece nesse momento e vai até as 14 horas, na Câmara Municipal, na Cinelândia. O sepultamento está previsto para 15h30 no Cemitério do Caju, na zona portuária.

Notícias Relacionadas