Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

A ver navios: CCR Barcas pode reduzir viagens a partir de segunda-feira

spot_imgspot_img

Mais lidas

A CCR Barcas divulgou que só tem recursos até o dia 03/03 para operar com a grade atual, com isso racionará os horários a partir do dia 27/02. Segundo a concessionária, um oficio foi encaminhado para o Governo do Estado do Rio de Janeiro propondo esse acordo.

A concessionária afirma que, caso seja aceito, a CCR Barcas estenderá o serviço até o dia 10/03, mas se não for, o serviço poderá ser encerrado no dia 03/03.

Com esse informe, diversas linhas serão afetadas, inclusive as que dependem exclusivamente do serviço, como a Ilha de Paquetá. A empresa que administra o serviço já havia informado que o serviço funcionaria até acabar o caixa. .

A empresa operava mesmo sem contrato, somente com a boa fé. Desde o dia 11 de fevereiro, quando o contrato foi encerrado, o Governo do Rio e a empresa não tinham firmado acordo.

Foto/Divulgação- CCR Barcas

Racionamentos a partir de segunda 27/02

A Linha 1 (Niterói x Praça XV): Terá alteração no horário de rush de 15minutos para 20 minutos entre as partidas. Alteração no vale de 20 minutos para 30 minutos entre as partidas.

A linha Rio Charitas e Rio Cocotá (Ilha do Governador): ficará sem operação, ou seja, não funcionará!

A Linha Rio Paquetá: sofrerá com a alteração dos horários. Nos últimos horários Praça XV x Paquetá viagem de 20:50 passa para 21:30 e no sentido Paquetá x Praça XV, viagem de 22:00 passa para 22:40. O último horário de viagem é 23:30 Praça XV x Paquetá.

De todas as Linhas, somente as Linhas da Costa Verde não sofrerão alteração, como a Div. Sul (Operação em Mangaratiba , Ilha Grande e Angra dos Reis).

Em nota, a CCR Barcas informou que se propôs a continuar prestando o serviço de transporte aquaviário após o fim do prazo contratual (11/02) com os recursos de aporte restantes em caixa, em respeito aos seus clientes e à sociedade carioca. Isso enquanto aguarda a definição do tema pela Justiça.

A concessionária reiterou o apelo para que os poderes competentes equacionem as divergências em prol da sociedade de forma urgente, pois chegaremos ao nosso limite de recursos nos próximos 8 dias.

Relembre o caso

A concessão de serviço da CCR Barcas terminou no dia 11/02 e a partir do dia 12/02 o Governo do Estado terá um ano para resolver quem ficará responsável pelo transporte aquaviário. O caso foi já foi levado para a Frente Parlamentar em Defesa do Transporte Aquaviário da ALERJ e ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

O Governo do Estado do Rio foi procurado, mas até o momento não se manifestou.

*Estagiário sob supervisão de Lucas Nunes*

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img