Ronaldinho Gaúcho encerra carreira aos 37 anos

Sem atuar em clubes há cerca de dois anos, o agora ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho, de 37 anos, resolveu pendurar as chuteiras. A informação foi confirmada pelo seu irmão e empresário Roberto de Assis.

“Ele parou. Acabou. Vamos fazer algo bem grande após o Mundial da Rússia, provavelmente em agosto. Faremos vários eventos no Brasil, na Europa e na Ásia. E, claro, estamos a combinar um jogo com a seleção brasileira”, explicou o irmão e empresário de Ronaldinho, acrescentando que estes eventos terão o patrocínio de uma marca de artigos desportivos.

Nos últimos anos, o pentacampeão ganhou destaque fora dos gramados frequentando festas, participando de clipes e até ensaiou a atacar como cantor. Em 2015, ao lado da dupla sertaneja João Lucas e Marcelo, o ex-jogador gravou o hit “Vamos beber”. No ano seguinte, Gaúcho subiu ao palco e cantou com Wesley Safadão.

Sua última atuação como jogador profissional foi no Fluminense, em 2015. A passagem foi rápida e o meia ficou no clube por apenas dois meses e meio, participando de apenas nove partidas.
O jogador se consagrou depois de uma bela jogada feita na pequena área, na qual deu um chapéu no zagueiro, tirou outro marcador da jogada e chutou no contrapé do goleiro. O lance aconteceu contra a seleção da Venezuela, na Copa América do ano de 1999 e ficou eternizado na voz do narrador Galvão Bueno gritando: “Olha o que ele fez, olha o que ele fez, olha o que ele fez”. Naquele jogo o Brasil ganhou a equipe adversária por 7X0.

Em sua carreira, Ronaldinho foi nomeado duas vezes o melhor jogador do mundo, em 2004 e 2005. Entre os principais títulos do meia-atacante estão a Liga dos Campeões de 2005/06, pelo Barcelona, a Libertadores de 2013, com o Atlético –MG e a Copa do Mundo de 2002, com a seleção brasileira.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.