Rio de Janeiro,

sábado, setembro 25, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Ação retira mais de 2 toneladas de lixo da Lagoa de Guarapina

Mais lidas

A Coordenadoria de Pesca Esportiva e Amadora de Maricá realizou a primeira ação do projeto Praia+Limpa, cujo objetivo é recolher o lixo deixado por banhistas em trechos de praias e também lagoas de toda a cidade, além de restos de entulho no entorno. A ação ocorreu na lagoa de Guarapina, na altura da Rua 137, entre os bairros de Cordeirinho e Ponta Negra. No total, foram recolhidas mais de 2 toneladas de resíduos sólidos. Houve ainda no local a instalação de lixeiras e também o plantio de mudas de espécies da Mata Atlântica, como aroeira, algodão da praia e ipê rosa.

Segundo o coordenador Anderson Pacheco, a maior parte dessa quantidade (cerca de 1,8 tonelada) foi retirada de dentro das águas da lagoa, com a ajuda de três barcos de pesca e dois caiaques. Para a retirada do entulho, foram utilizados quatro caminhões e uma máquina retroescavadeira.

“Era o que nós esperávamos recolher nesta ação, que foi a primeira de muitas que iremos realizar nas lagoas e praias. Como fizemos nesta, queremos reunir pessoas que visam a manutenção do meio ambiente. Faço um apelo aqui a quem for visitar nossos espaços de lazer que recolha seu lixo para descartar da forma correta, nas lixeiras como as que estamos instalando aqui. Nossa meta é chegar a 30 toneladas recolhidas neste locais”, projetou Anderson, adiantando que o Praia+Limpa deve chegar à galeta do canal de Ponta Negra e à praia da Sacristia, mas as datas ainda serão definidas.

Para a pescadora Lilian Bragança, que integrou o grupo de voluntários, ações como esta são fundamentais para levar consciência aos frequentadores. “Comecei a limpar sempre no local onde costumo pescar, na altura da Rua 152, e agora as pessoas que vão lá sempre colaboram retirando os rejeitos. É preciso conscientizar a todos sobre como é importante não degradar esses locais”, ressaltou.

spot_img
spot_img

Últimas noticias