Acusado de integrar uma das maiores quadrilhas de agiotagem do Rio é preso em São Gonçalo

Preso agiotagem SG Foto: Divulgação/PCERJ

Um homem de 54 anos,  foi preso na noite desta terça-feira (06) acusado de integrar uma organização criminosa, umas das  maiores quadrilhas de agiotas do Rio. Contra ele foram cumpridos cinco mandados de prisão preventiva e temporária. Ele estava foragido há três anos.

Policiais da Delegacia do Centro de Niterói  (76ª DP) conseguiram capturar  o homem na Estrada Raul Veiga, em Alcântara, São Gonçalo, após os policiais receberem informações resultantes das atividades de inteligência da unidade que indicavam a sua provável localização. Ele é o nono integrante da Organização Criminosa preso pelos agentes da Delegacia de Niterói.

Além da prática da agiotagem clássica, com empréstimos a juros abusivos, a Organização Criminosa também fazia vítimas cobrando dívidas antigas, contraídas com agiotas, mas que já tinham sido quitadas, além de cobrarem dívidas fictícias de empréstimos que nunca existiram. Para aterrorizar as vítimas os criminosos se utilizavam de sites de consulta onde obtinham os dados pessoais das vítimas e de seus parentes e vizinhos. Em seguida telefonavam para os parentes e vizinhos e pediam para passar recados ameaçadores para os supostos devedores como forma de causar pavor.

De acordo com a  Polícia Civil, o acusado foi alvo também da Operação Infestus, em 2019, concebida para desarticular uma das maiores Organizações Criminosas do Rio de Janeiro voltada para a prática de Agiotagem e Extorsão, e que já chegou a ter 70 escritórios espalhados por todo estado.

Notícias Relacionadas