Aeroporto de Maricá é reaberto e pode receber super helicópteros de transporte para plataformas

Maricá deverá receber, em breve, grandes helicópteros para transporte de pessoas e suprimentos para as plataformas de petróleo no pré-sal da Bacia de Santos. O início da operação offshore é questão de pouco tempo após a reabertura do aeroporto de Maricá ocorrida nesta sexta-feira (25/5) em cerimônia realizada na sede da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) responsável pela administração do novo aeroporto.

O município e a Codemar investiram cerca de R$ 10 milhões na primeira etapa da revitalização, aplicados no hangar central, na pista e na ponte de acesso ao taxiway e no terminal de passageiros. A revitalização também significou a abertura de 60 postos de trabalho. A previsão é de que em cinco anos os investimentos no equipamento alcancem R$ 125 milhões e a operação plena deve dobrar a arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS) na cidade.

O presidente da Codemar, José Orlando Dias, emocionado, agradeceu o empenho dos funcionários e lembrou da coragem do ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá, que retomou a concessão do aeporto para o município. “Entregamos o terminal de passageiros totalmente preparado para as operações offshore e fizemos toda a parte de regulação e regularização tanto do aeroporto, quanto da própria Codemar, para poder operar no espaço. Tudo isso só foi possível pela espírito de desenvolvimento do prefeito Fabiano Horta e a coragem e ousadia do ex-prefeito Quaquá”, disse.

O aeroporto de Maricá tem uma pista útil de 1.200 metros e uma localização privilegiada: está a 60km da capital, a 40km do Comperj e a apenas 200km, em linha reta, dos campos do pré-sal da Bacia de Santos. Trata-se da menor distância entre o continente e as plataformas dos Campos de Lula e Libra, o que torna o terminal estratégico para as operações de logística para a atividade offshore.

Para o prefeito, Maricá se empodera muito a partir desta inauguração e quer continuar sendo inventiva e ousada no sentido do transporte coletivo gratuito e da moeda social que fomenta o comércio local. “Esta cidade tem que servir ao interesse da coletividade, quero que os voos das aeronaves executivas que vão subir e descer a partir de agora em Maricá, sejam os financiadores dos ônibus Vermelhinhos que levam o povo gratuitamente de um lado para o outro, este papel distributivo é o que queremos cumprir”, afirmou Fabiano Horta.

A reabertura do Aeroporto de Maricá também contou com a participação do vice-prefeito, Marcos Ribeiro; do secretário de Desenvolvimento Econômico de Maricá, Alan Novais; da primeira dama de Maricá, Rosana Horta; da deputada estadual Rosangela Zeidan; dos deputados federais Jandira Feghali, Altineu Cortes e Chico D’Angelo; do presidente da Câmara Municipal, Aldair de Linda; do representante da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Francisco Nelson Castro Neves; do presidente da Representação Regional Firjan Leste Fluminense, Luiz Césio Caetano; do prefeito de Itaboraí, Sadinoel Souza; e do Secretário de Desenvolvimento de Niterói, Fernando Paulino.

Solenidade teve a presença de deputados federais, da deputada Zeidan, além da Firjan e ANP

Terminal de passageiros é moderno e tem capacidade para receber até 500 passageiros

Vereadores de Maricá também prestigiaram a reabertura do novo aeroporto

O presidente da Câmara, Aldair de Linda, destacou as conquistas nos governos petistas em Maricá

 

 

 

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.