Aeroporto de Maricá tem menor preço do mercado para serviço de hangaragem

Foto: Divulgação PMM

Foto: Divulgação PMM

O Aeroporto de Maricá entra de cabeça no ramo de hangaragem de aeronaves. De acordo com a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), o aeroporto tem capacidade para receber seis tipos de aviões. Os valores são competitivos e mais baratos que em outros aeroportos do estado, como os aeroportos Santos Dumont e de Jacarepaguá.
 
O Aeroporto de Maricá foi reaberto no último dia 25 de maio com todos os serviços aeroportuários em funcionamento. O hangar central foi totalmente reformado para a guarda de aeronaves com segurança num local coberto e com capacidade para receber aviões do tipo turbo jato, bimotor turbo hélice, mono turbo hélice, mono e bimotor convencionais.
 
Para contratos de locação por períodos maiores, a Codemar estabeleceu descontos de 4% para hangaragem bimestral; 8% para três meses; 12% para seis meses; e um desconto de 20% para os planos anuais.
 
Entre os serviços oferecidos pela hangaragem do aeroporto de Maricá estão o seguro, rebocamento até a taxiway com utilização de pushback e vigilância 24h. “Temos uma equipe treinada e preparada para receber as aeronaves da aviação executiva como já fazemos. O aeroporto está equipado e pronto para fazer a guarda dos equipamentos com total segurança. Recebemos, em média, 30 voos semanais e oferecemos mais conforto para os proprietários das aeronaves”, afirma José Orlando Dias, presidente da Codemar.
 
O aeroporto de Maricá tem uma pista útil de 1.200 metros e uma localização privilegiada: está a 60km da capital, a 40km do Comperj, a 100km de Cabo Frio, a 128km de Búzios e a apenas 200km, em linha reta, dos campos do pré-sal da Bacia de Santos. Trata-se da menor distância entre o continente e as plataformas dos Campos de Lula e Libra, o que torna o terminal estratégico para as operações de logística para a atividade offshore.
 

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.