Anvisa irá vistoriar fábrica que produz vacina comprada por Niterói, Maricá e Rio

Foto: Divulgação / Casa Rosada

Técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) devem vistoriar, na próxima semana, as fábricas onde são produzidas as vacinas Sputnik V, na Rússia. O objetivo é verificar as ‘Boas Práticas’ de Fabricação do imunizante contra a Covid-19 e também levantar dados que ainda não foram anexados ao processo de licença para uso emergencial da vacina no Brasil.

De acordo com a Anvisa, serão realizadas duas visitas entre os dias 13 e 23 de abril, uma delas na fábrica responsável pela produção do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) e da vacina finalizada, e outra na empresa responsável pelas etapas finais de envase e embalagem.

Estudos

A vacina Sputnik V teve eficácia de 91,6% contra a doença. A eficácia contra casos moderados e graves da doença foi de 100%. A Sputnik V usa a tecnologia de vetor viral. Nesse tipo de vacina, um outro vírus (nesse caso, o adenovírus) “leva” o material genético do coronavírus, o RNA, para dentro do nosso corpo. Mas esse adenovírus é modificado para não conseguir se replicar (reproduzir). Por isso, ele não causa doença.

Notícias Relacionadas