Anvisa nega pedido de importação da vacina Sputnik V

Foto: Divulgação / Casa Rosada

Depois de 5 horas de debates, todos os diretores da Anvisa votaram por negar o pedido para importação da Sputnik V.

Embora haja um reconhecimento internacional em torno da Sputnik V, a Anvisa alega que a certificação russa não traria a comprovação “do atendimento aos padrões de eficácia, qualidade e segurança exigidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS)” e está exigindo mais esclarecimentos.

A análise levou em conta a falta de dados e risco de doenças por falha em fabricação. Apesar da negativa, a ação foi classificada como “momentânea”, até que sejam apresentados dados para sanar as falhas identificadas, entre elas: desenvolvimento da vacina, resultados dos ensaios clínicos e sobre a qualidade do produto.

Vale lembrar que Maricá e Niterói já haviam se posicionado sobre uma possível negativa da importação da vacina. As duas cidades vão ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar reverter a situação.

Notícias Relacionadas