Após temporal no RJ, governador critica prefeituras por crescimento desordenado

Foto: Marcelo Fonseca / Estadão

Foto: Marcelo Fonseca / Estadão

Após sobrevoar na última quinta-feira (07/02) as áreas atingidas pela chuva, que deixou cinco mortos na capital, o governador do Rio, Wilson Witzel criticou a falta de fiscalização dos municípios fluminenses com relação à ocupação irregular de terrenos. Witzel classificou a situação de abandono e afirmou que o problema se arrasta por décadas.  

Segundo o governador, a Defesa Civil estadual contabiliza 80 mil famílias vivendo em áreas de risco no Rio. “É preciso que os prefeitos façam o seu dever de casa. Eles têm que fiscalizar, notificar, retirar essas pessoas e planejar novas áreas de expansão imobiliária”, pontuou.

O governador antecipou que esse planejamento será tratado na Câmara Metropolitana do Rio de Janeiro, fórum que vai reunir prefeitos de 22 municípios e representantes do governo do estado. Ainda neste mês, começarão a ser divulgadas as datas das reuniões.

O secretário de Defesa Civil do estado, Roberto Robadey, pediu que os moradores do estado enviem uma mensagem SMS com seu CEP ao número 40199. A partir desse cadastro, serão alertados sobre situações de risco nos arredores.

Fonte: Agência Brasil

 

Notícias Relacionadas