spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Arte em luto: morre Ziraldo aos 91 anos

spot_imgspot_img

Mais lidas

Morreu na tarde deste sábado (06) o pai do ‘Menino Maluquinho’, o desenhista e escritor Ziraldo, aos 91 anos. Segundo a família, Ziraldo estava em casa, dormindo, na Zona Sul do Rio, quando faleceu.

Nascido em 24 de outubro de 1932, teve o primeiro desenho publicado em 1939. O desenhista começou a atuar na revista “Era uma vez…”, em 1950. Quatro anos depois, estreou no jornal “A Folha de Minas”.

Em 1957, formou-se em Direito na Faculdade de Direito de Minas Gerais, em Belo Horizonte. No mesmo ano, entrou para as revistas “A Cigarra” e, depois, “O Cruzeiro”.

Já na década seguinte, destacou-se por trabalhar também no “Jornal do Brasil”. Chargista, caricaturista e jornalista, ele foi um dos fundadores nos anos 1960 do jornal “O Pasquim”, um dos principais veículos a combater a ditadura militar no Brasil.

Um dia depois do AI-5, baixado em 13 de dezembro de 1968, Ziraldo foi detido em casa e levado para o Forte de Copacabana. Em 1969, publicou seu primeiro livro infantil, “FLICTS”. Em 1979, passou a se dedicar à literatura para crianças.

Seu maior sucesso, “O Menino Maluquinho”, saiu em 1980. É considerado um dos maiores fenômenos do mercado editorial brasileiro em todos os tempos.

*com informações do G1

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img