Rio de Janeiro,

sábado, setembro 25, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Assinado protocolo de intenções para viabilizar um complexo industrial no Polo GasLub em Itaboraí

Mais lidas

A Petrobras e a Firjan assinaram nesta sexta-feira (10) um protocolo de intenções para realização de ações e estudos para a implantação de um complexo industrial no Polo GasLub, em Itaboraí.

A cerimônia ocorreu no Palácio Guanabara, onde a Petrobras também assinou protocolos de intenções com o governo do estado e a prefeitura de Itaboraí para explorar o potencial da infraestrutura do antigo Comperj e fomentar o desenvolvimento econômico da região.

No local está sendo implantada a Unidade de Processamento do Gás Natural – UPGN do GasLub, que deve entrar em operação no primeiro semestre de 2022. O objetivo dos protocolos é atrair grandes indústrias, que poderão utilizar o gás natural proveniente do gasoduto de escoamento Rota 3, seja como matéria-prima ou como fonte de geração de energia e calor. Iniciativas que constam no estudo “Rio a todo gás”, elaborado pela Firjan no ano passado, e que reúne diversas propostas para destravar investimentos em gás natural que podem alcançar R$ 45 bilhões no estado fluminense.

“Foi entendendo o potencial do mercado de gás natural e seus benefícios para o estado do Rio, que a Firjan elegeu o ano de 2021 como o ano da demanda de gás. E, não há como falar de GasLub sem falar da estruturação de um novo mercado de gás aberto, dinâmico e competitivo. E esse novo mercado passa pelo fortalecimento da indústria. Estamos desenvolvendo um Mapeamento de Demanda que já passou por todas as regiões do estado e visa identificar todo o potencial industrial de consumo de gás”, destacou o vice-presidente da Firjan, Luiz Césio Caetano.

Segundo ele, o papel da federação na cooperação conjunta vai além do apoio ao desenvolvimento de projetos na região do GasLub. “Por meio da excelência e das capacidades oferecidas pela Firjan SENAI SESI, daremos suporte na capacitação profissional e oferta de serviços sociais para os empregados e seus familiares, além de produzir estudos de desenvolvimento de oportunidades para a região”, acrescentou Caetano, que também é presidente da Firjan Leste Fluminense.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, destacou que o protocolo já tem potencial de atrair novas indústrias e gerar empregos. “A nova lei do gás é um marco para a atração de novos investimentos e agentes para esse mercado. Com esse protocolo de intenções, já haverá atividade industrial na região do Leste Fluminense e em todo o Rio”, afirmou.

Também presente à cerimônia, o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, destacou as empresas que poderão ser atraídas. “Esse esforço de cooperação visa criar os esforços necessários para a instalação de empresas na área da petroquímica, fertilizantes, cerâmicas e diversas outras”.

O governador Cláudio Castro, garantiu que serão feitas melhorias de infraestrutura. “Temos um novo e produtivo diálogo com a Petrobras. E já determinei o início das ações para levar infraestrutura à região do GasLub, incluindo aí rodovias, saneamento e segurança, a fim de ajudar na instalação de novas indústrias que trarão desenvolvimento, emprego e renda”, destacou. Vinicius Farah, secretário do Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio, acrescentou que já existem conversas adiantadas com duas multinacionais.

“Esse projeto é a esperança de dias melhores para o município e toda a região metropolitana do Rio de Janeiro”, complementou o prefeito de Itaboraí, Marcelo Delaroli.

spot_img
spot_img

Últimas noticias