spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #69

spot_img
spot_imgspot_img

Astrólogo faz previsões para 2024 em Niterói, Maricá e Saquarema

spot_imgspot_img

Mais lidas

Como todo final de ano, as pessoas querem ter uma ideia do que as espera no ano seguinte. O que acontecerá de bom e o que pode haver de ruim. Por isso, consultam astrólogos, tarólogos, encomendam jogos de búzios e outros serviços. “O que será do amanhã, como vai ser o meu destino?”. Os versos da música “O amanhã”, cantada pela Simone, falam muito disso.

A reportagem do ERREJOTA NOTÍCIAS consultou o astrólogo, publicitário e professor Sebastião Martins, de Niterói, para sabermos como será o “amanhã” em Niterói, Maricá e Saquarema.

“Em Niterói o ano deve ser muito benéfico para a economia, dando continuidade ao ciclo de desenvolvimento do município”, disse.

Mas, o astrólogo faz um alerta: “As autoridades devem ficar atentas aos problemas de enchentes, alagamentos e desmoronamentos, que obviamente atingem em especial a população mais vulnerável. Cabe atender também às demandas da crescente população de rua. Finalmente, há o risco de que surjam denúncias e/ou escândalos de corrupção envolvendo a cidade”, conta.

O astrólogo Sebastião Martins/Foto: Reprodução Facebook

Para Maricá, as previsões são bem otimistas. “O município deve ter um ano marcado pela idealização de planos e projetos mais ousados, que talvez sejam um anseio antigo de seus dirigentes”, afirma.

Mas, na política, poderá haver tensões. “Há também a possibilidade de conflitos relacionados à política interna da cidade, com embates acalorados de nível prático e ideológico. Também tende a ser um ano em que problemas mais profundos da região venham à tona e precisem começar a ser equacionados”, alerta Sebastião.

Para Saquarema, ele prevê mudanças e inovações importantes. “Talvez seja a oportunidade de “colocar o dedo na ferida” e resolver problemas históricos/antigos. Vai ser preciso enfrentar com coragem setores mais conservadores que vão resistir às mudanças que afetem seus interesses”, conta o astrólogo.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img