Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Através de assessor, Pazuello nega doença e afirma que não entregou o cargo

spot_imgspot_img

Mais lidas

O assessor especial do Ministério da Saúde, Markinho Show, usou uma rede social para divulgar uma declaração atribuída ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para negar que o general iria deixar o ministério. Mais cedo, a informação que circulava era a de que, Pazuello havia pedido afastamento do cargo (leia mais).

“Não estou doente, não entreguei o meu cargo e o presidente não o pediu, mas o entregarei assim que o presidente solicitar. Sigo como ministro da saúde no combate ao coronavírus e salvando mais vidas”, diz a publicação, escrita pelo assessor.

Dois nomes já estão cotados para substituir o militar. Ludhmila Abrahão Hajjar, professora associada da USP, e Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia. A médica – que já se reuniu com Bolsonaro, inclusive – entretanto, deve declinar de um possível convite, de acordo com informação do colunista de “O Globo” Lauro Jardim. Hajjar é crítica à gestão da pandemia do Coronavírus que o governo Bolsonaro faz.

Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que “até o presente momento, o ministro Eduardo Pazzuelo segue à frente da pasta, com sua gestão empenhada nas ações de enfrentamento da pandemia no Brasil”.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img