Aulas podem voltar a ser presenciais em Niterói

Sala de Aula Foto: Lucas Nunes

Durante transmissão ao vivo na noite desta segunda-feira (18), o secretário de Saúde de Niterói Rodrigo Oliveira anunciou que o setor da educação passa a ser considerado “essencial” na cidade de Niterói. Com isso, as aulas presenciais em todos os níveis de educação (infantil, fundamental e médio) poderão ser retomadas já a partir do início do ano letivo de 2021.

Rodrigo citou dois pilares para a decisão de fechamento das escolas. “O conhecimento sobre o Coronavírus mudou muito desde o início da pandemia até hoje. Em março do ano passado, estava correto suspender as aulas. Em maio, quando fizemos estudos e revisões bibliográficas, estavam colocados dois elementos importantes: casos graves em crianças e o relevante papel das crianças abaixo de 10 anos terem na transmissão do vírus”, pontuou.

“Nos últimos meses, se consolidou – com base em estudos europeus e asiáticos – que essas preocupações do início da pandemia não se confirmaram. As crianças têm menos chances de desenvolver casos graves e papel reduzido na transmissão do vírus”, acrescentou o secretário de Saúde de Niterói.

Vale lembrar que a cidade já teve uma experiência de retomada das aulas presenciais no último ano. “Niterói abriu o Ensino Médio em setembro passado e, com base na epidemiologia da comunidade escolar, não tivemos nenhum surto relacionado às unidades que abriram. Depois de um longo debate interno com os membros do gabinete de crise, decidimos reposicionar o setor da educação”, disse.

Com base no Plano de Transição para o Novo Normal elaborado pela Prefeitura de Niterói, os ensinos Médio e Fundamental se tornam essenciais na bandeira Laranja. Na bandeira Amarela Nível 2, a Educação Infantil também passa a ser considerada como atividade essencial.

Não foi divulgada a data de início das aulas presenciais durante a transmissão, que contou também com o prefeito Axel Grael e outros membros do corpo de secretariado niteroiense.

Notícias Relacionadas