Balões são soltos em homenagem as vítimas da Covid-19 em Maricá

Cerca de 195 balões foram soltos na área externa da Fazenda Ibiaci, no Espraiado, em Maricá como forma de   homenagem às vítimas da Covid-19 em Maricá, na última quinta-feira (31) o último dia de ‘lives’ musicais na semana de Ano Novo. Os balões prateados, representaram cada pessoa que perdeu a vida na cidade em razão da contaminação pelo novo coronavírus. A apresentadora Ingrid Pedrosa conduziu e deixou os balões subirem ao ar antes de começar a maratona de quatro shows que animaram a virada para 2021, todos comandados por mulheres. “A essas famílias que perderam entes queridos toda a nossa compaixão”, declarou a apresentadora.

Já na primeira apresentação, Marianna Cunha dedicou sua performance à avó, que está internada no hospital Dr. Ernesto Che Guevara em decorrência da Covid. Em seguida, ela cantou “Linda Demais”, sucesso da banda Roupa Nova que, recentemente, perdeu para a doença o vocalista Paulinho Santos. Daí em diante, a cantora mostrou seu variado repertório pop que teve desde Kid Abelha e Bruno Mars a “Evidências”, de Chitãozinho e Xororó. O show seguinte foi de Moniquinha Ângelo, conhecida como o ‘furacão maricaense’, que passeou pelo forró, pelo brega-pop e a chamada ‘sofrência’ com sua já conhecida animação.

O mais longo show da noite foi aberto pela ‘diva’ Jô Borges com um minuto de silêncio pelas vítimas do vírus. A apresentação surpreendeu quem esperava seu famoso show baseado em samba: desta vez, seu repertório se escorou pilares do pop/rock nacional como Legião Urbana, Lulu Santos, Marina Lima, Rita Lee, Sandra de Sá, Tim Maia, Jorge Ben Jor e até Rosana, de quem ela cantou “O Amor e o Poder”. E foi Jô também quem comandou a hora da virada para o ano que começa que, na transmissão, teve imagens da queima de fogos do réveillon passado.

No término da apresentação, a live mostrou também um vídeo produzido pela Prefeitura em homenagem aos profissionais da linha de frente da Saúde no combate à Covid. A mensagem dessas pessoas era clara: se precisar sair de casa, se proteja, siga os protocolos sanitários, mantenha o distanciamento. Afinal, se os profissionais da Saúde não têm escolha, por ser essa a missão que cumprem, a população tem. O vídeo é encerrado com o pedido para as pessoas não levarem o vírus para dentro de casa.

Notícias Relacionadas