Bandeira tarifária de energia elétrica fica 50% mais cara

Reprodução

Reprodução

A bandeira tarifária ficará até 50% mais cara a partir de junho. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou na terça-feira o aumento do valor aplicado na cobrança extra.  As mudanças começam a valer a partir do dia 1º de junho.

Na bandeira amarela, o valor subirá de R$ 1,00 para R$ 1,50 a cada 100 Kw/h consumidos – um avanço de 50%. A bandeira vermelha (patamar 1) subiu de R$ 3,00 para R$ 4,00, 33,3% de acréscimo. Já no patamar 2 da bandeira vermelha, o aumento será de 20%, passando de R$ 5,00 para R$ 6,00.

Em nota a Aneel informou que o aumento ocorreu porque houve uma atualização da metodologia do cálculo do chamado risco hidrológico. Ou seja, o consumidor passará a pagar parte dos custos quando a energia estiver mais cara devido à falta de chuvas. A alteração foi especialmente motivada pelo déficit hídrico do ano passado, que reposicionou a escala de valores das bandeiras.

Notícias Relacionadas