Ex-ministro de Trabalho, Brizola Neto está de volta ao PDT

Um dia após o anúncio de que vai comandar a Coordenadoria de Trabalho e Renda de Niterói,  a volta ao PDT,  partido fundado por seu avô o governador Leonel Brizola,  do ex-Ministro do Trabalho e Emprego na primeira gestão de Dilma Rousseff (PT) e ex-candidato à Prefeitura de São Gonçalo em 2016, Brizola Neto está consolidada.

Nessa volta ao partido,  depois de passar pelo PCdoB, Brizola Neto afirmou que seu sonho é ver os Cieps, projeto criado por seu avô, governador do Estado do Rio nos anos 80 e 90, serem retomados em todo o Rio de Janeiro. Para ele, o modelo dos Cieps, de educação integral, é o caminho para promover o desenvolvimento social.

“Os Cieps foram o programa de educação mais generoso do Brasil. Com eles, o aluno tem vontade de ir para a escola” – disse, acrescentando que trabalhará para melhorar a situação de profissionais da Educação, com um plano de cargos e salários que estimule a contratação por 40 horas.

“O Rio tem profundas desigualdades. É preciso retomar o crescimento, gerar empregos, aumentar a arrecadação. E, assim, recuperar a rede de proteção social, a saúde e a educação, principalmente. E o investimento do Estado na economia, a intervenção na economia, é fundamental. Em Niterói, junto com o prefeito Grael, vamos mostrar o caminho”, completa Brizola Neto.

A deputada estadual gaúcha, Juliana Brizola (PDT), irmã mais velha de Brizola Neto, saudou seu retorno ao partido dizendo que o brizolismo estará sempre vivo no PDT.

“Meu irmão voltou, nos deixando extremamente felizes. Sua vida política no PDT foi de muito trabalho e reconhecimento. O novo caminho que ele está trilhando agora, vai dar orgulho pra todos os trabalhistas, especialmente aqueles que pediram a sua volta. O brizolismo fica mais vivo no PDT”, disse.

Com informações de Folha Impacto

Notícias Relacionadas