Rio de Janeiro,

terça-feira, agosto 16, 2022
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #51

Caminhoneira de Maricá pensa em “vender nudes” por conta do preço do diesel

Mais lidas

Caminhoneira e dona de uma empresa de transporte de minérios em Maricá, a mulher trans Marcela Porto está pensando em vender conteúdos sensuais por conta do preço do óleo diesel. A empresária, que também é rainha da Acadêmicos do Sossego, em Niterói, cogita criar conta na plataforma OnlyFans, famosa por ser utilizada para comercialização de “nudes” e conteúdos adultos.

“Está difícil conseguir me manter com tanta crise no setor. Pretendo entrar para o OnlyFans. Está bem complicado manter minha empresa. Várias caminhoneiras já entraram para a plataforma. Não é algo que eu desejo, mas não vejo outra forma”, disse a empresária ao portal “Splash”, do Uol.

Mas se engana quem pensa que o conteúdo será explícito. “Não quero fazer nada vulgar. Penso em uma nudez mais artística”, disse.

“É difícil nós, mulheres trans, conseguirmos um emprego formal. Pensei em abrir outro negócio, mas tá tudo complicado com a inflação”, relatou.

Vale lembrar que a Petrobras anunciou, nesta quinta (04), uma diminuição no valor do combustível. A expectativa é que o valor fique, pelo menos, R$ 0,18 mais barato nas bombas.

LEIA MAIS: Petrobras anuncia redução no preço do diesel a partir desta sexta (5)

spot_img
spot_img

Últimas noticias