Carteiras de identidade digitais não poderão ser usadas no Enem

Foto: Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

Foto: Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

Carteiras de identidade digitais, como a CNH Digital, não poderão ser usadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A confirmação da identidade dos participantes será realizada através de três checagens de identidade e uma delas ocorrerá durante a prova, quando o uso do celular é proibido. “Não leve essa única prova de identidade porque dentro da sala de aplicação de prova, ela não poderá ser utilizada”, disse Maria Inês Fini, presidente do Inep.

LEIA MAIS: Primeiro dia de provas do Enem acontece nesse domingo (04); 5,5 milhões de pessoas são aguardados

Para fazer as provas, os participantes deverão levar um documento oficial de identificação original, com foto e caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Os dois itens são os únicos obrigatórios para o exame. 

Durante a realização da prova, está proibido levar borracha; caneta de material não transparente; corretivo; dispositivos eletrônicos, como wearable tech, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones, tablets, ipods, gravadores, pen drive, mp3, relógio e alarmes;  fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados imagens, vídeos e mensagens; impressos e anotações; lápis; lapiseira; livros e manuais. Celulares e outros objetos eletrônicos deverão ser guardados no envelope porta-objetos fornecidos pelo aplicador.

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam a ser aplicadas amanhã (4). Mais de 5,5 milhões de estudantes farão as provas de linguagem, ciências humanas e redação, em mais de 1,7 mil cidades. O exame segue no dia 11, quando serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática.

 

 

Notícias Relacionadas