Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Caso Kayky Brito: motorista não teve culpa, aponta Polícia

spot_imgspot_img

Mais lidas

A Polícia Civil pedirá arquivamento do caso sobre o atropelamento do ator Kayky Brito no dia 02/09, na Barra da Tijuca. O caso foi investigado pela 16ª DP (Barra da Tijuca) e as investigações apontaram que o motorista Diones Coelho foi submetido ao teste de alcoolemia e deu negativo.

Clique aqui para seguir o Errejota Notícias pelo WhatsApp

Além disso foi comprovado que ele estava abaixo da velocidade permitida na via, em 48 km/h enquanto a máxima de 70 km/h e dirigia em segurança e com atenção.

Conforme o relatório conclusivo da Polícia Civil, obtido pela TV Globo, o delegado Ângelo Lages determinou que o motorista não será responsabilizado por nenhum crime. A polícia vai proceder com a solicitação de arquivamento do caso, que será encaminhado ao Ministério Público e depois ao sistema judicial.

De acordo com detalhes do relatório ficou comprovado que o motorista estava a menos de 10 metros do ator e a distância deveria ser superior a 26 metros para um possível desvio do impacto.

Segundo Hospital Copa D’Or o ator Kayky Brito permanece internado, mas já está consciente e fala com a família. Na noite de terça-feira (26/09) a irmã do ator, a atriz Sthefany Brito, usou as redes sociais para agradecer aos fãs a energia positiva e orações destinadas para a família.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2023-09-27-at-08.31.45-1.jpeg

O ator Kayky Brito foi atropelado na madrugada do sábado (02/09) na Av. Lúcio Costa, na Barra da Tijuca. Ele foi atingido por um carro de passeio quando atravessava a rua e teve politraumatismo e traumatismo craniano. As imagens das câmeras de segurança de um bar mostraram o ator atravessando a via, correndo, quando foi atingido pelo carro.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img