Cerca de 140 vigilantes podem perder o emprego em Niterói

Foto: Divulgação

O cancelamento de contratos de prestação de serviços de segurança entre a Prefeitura de Niterói e a empresa Centauro, chamou a atenção do Sindicato dos Vigilantes de Niterói e regiões (SVNIT). Segundo o Sindicato, a ação provoca a demissão de 140 vigilantes.

O SVNIT solicitou uma audiência com o prefeito da cidade, Axel Grael, para mostrar a gravidade da decisão.

“Contamos com a sensibilidade do prefeito Axel Grael e sua equipe para rever essa decisão. Provocar a demissão de 140 profissionais gera um impacto social grave, especialmente, neste momento em que a Covid-19 vem ceifando vidas e prejudicando a economia. Niterói tem feito um trabalho exemplar no combate e assistência. Por isso, acreditamos que os gestores se sensibilizarão e decidirão pela proteção social”, afirma Cláudio Vigilante, presidente do Sindicato SVNIT.

O SVNIT informou também, que irá acionar vereadores da cidade para relatar o caso e buscar apoio para uma interlocução junto ao prefeito Axel. A iniciativa visa reverter a decisão de cancelar o contrato, por hora,  e manter o emprego dos trabalhadores, principalmente, neste período de pandemia.

A empresa Centauro afirmou ao Sindicato que com a perda do contrato, não irá absorver nenhum trabalhador, pois não há postos de trabalho disponíveis.

Notícias Relacionadas