spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #69

spot_img
spot_imgspot_img

Comerciantes de Niterói contabilizam as perdas depois das fortes chuvas

spot_imgspot_img

Mais lidas

As fortes chuvas do final de semana causaram sérios transtornos no município de Niterói. Nas redes sociais, pessoas divulgavam vídeos que viralizaram com os diversos pontos das ruas e estabelecimentos destruídos. Comerciantes tiveram que baixar as portas em alguns dias dessa semana para limpeza dos estabelecimentos e contabilização dos prejuízos.

Clique aqui para seguir o Errejota Notícias pelo WhatsApp

Em Icaraí, uma loja de materiais de construção chegou a perder quase metade do estoque em cimentos, argamassas, móveis em madeira, armários de banheiros, computadores e rolos, galões de tintas e dezenas de outros produtos do salão e estoque, nos fundos da loja. O empresário Rogério Rosetti reclamou os problemas que se arrastam há anos, sem solução.

“Nada poderia ser feito por nós que ficamos acompanhando pelas câmeras de segurança o volume da água subindo a cada hora que passava. Perdemos materiais e um dia inteiro de trabalho, pois precisamos fazer um mutirão para dar conta da remoção da lama dentro da loja. Uma fração de horas e um prejuízo que já ultrapassa 20 mil reais”, reclamou.

A loja está localizada na Rua Lemos Cunha, onde nas proximidades possui uma estação de tratamento de esgoto da Águas de Niterói. Na 77ª DP, que fica em frente, pelo menos quatro viaturas foram perdidas, tomadas pela água e lama, como contou um funcionário da distrital.

Restaurantes foram alagados, laboratórios e salões de beleza na Avenida Roberto Silveira ficaram inundados.

Moradores e comerciantes tem se mostrado preocupados, já que a previsão do tempo para os próximos dias apontam para a possibilidade de mais pancadas de chuva, a partir dessa quinta-feira (18).

A Câmara de Dirigentes e Lojistas de Niterói informou que irá colocar a disposição toda estrutura e assessoria jurídica em apoio aos lojistas associados e cobrar providências para solucionar a questão das chuvas e frequentes faltas de energia elétrica na cidade.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img