Conleste lança planejamento estratégico para 2018/2030

O Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste) lançou na tarde desta sexta-feira (01/12), em encontro realizado na sede Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Gonçalo, o Planejamento Estratégico para o período de 2018/2030. Para contar com a participação dos mais de três milhões de moradores dos 15 municípios no planejamento, a entidade criou um site em que o cidadão pode contribuir com sugestões do que pode ser realizado para melhorar a sua cidade.

Inicialmente está sendo feito um estudo socioeconômico da região que já apontou, entre outras questões, que na região do Conleste apenas 521 mil dos empregos são formais. Para o prefeito Fabiano Horta, pela primeira vez o Conleste está sendo colocado como protagonista na atual conjuntura política.

“O Conleste mostra a sua força no momento em que temos uma decadência histórica do Estado do Rio de Janeiro. O Conleste tem a ver com a nossa capacidade de reação. É hora de repensar a cadeia produtiva do pré-sal e tantos outros investimentos como o Comperj e o Porto de Maricá. Esse é o desafio da troca entre os municípios para fortalecer o todo”, concluiu o prefeito.

Para ajudar na construção do Planejamento Estratégico você pode entrar no site conleste2030.com.br para dar a sua contribuição.

A duração do Planejamento será de seis meses. O plano deve ser apresentado em maio de 2018. O objetivo é desenvolver a região em gerar mais empregos formais.

De acordo com o presidente do Conleste e prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, serão promovidas reuniões presenciais, encontros com a sociedade civil, líderes empresariais e comunitários, consultores especializados e prefeitos dos municípios nos próximos seis meses.

“Vamos apontar caminhos e prioridades para o desenvolvimento sustentável da região pelos próximos vinte anos. Queremos potencializar as oportunidades que serão criadas e aproveitar esse grande investimento que será feito na região”, declarou.

O Plano de Desenvolvimento do Conleste considera como prioridade a mobilidade, infraestrutura das cidades, educação e saúde. Também é objetivo pressionar o Governo Federal para tirar do papel a Linha 3 do Metrô e as barcas ligando a Praça XV e São Gonçalo.

Outra medida é a formação de consórcios específicos para a compra de medicamentos e insumos, de maneira integrada, para reduzir custos. Daqui a seis meses será apresentando plano com objetivos e metas traçadas durante esta primeira etapa.

Notícias Relacionadas