spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Conlestech: Niterói sedia a 3° edição do evento de inovação e tecnologia

spot_imgspot_img

Mais lidas

Nesta quinta-feira (02/02) no Caminho Niemeyer, Niterói é sede da 3° edição do Conlestech, organizado pelo Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste). Com o tema Cidades Inteligentes e Sustentáveis, o objetivo do encontro, que é aberto ao público, é fomentar a economia do conhecimento e implantar a inovação tecnológica no setor público na região do consórcio.

A programação envolve diversas mesas de debates e oficinas. O evento é voltado para prefeitos e secretarias municipais, instituições e associações de inovação, startups e universidades e estudantes.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, pontuou a importância do evento na cidade. “Essas pessoas têm a oportunidade de trocar experiências, trocar ideias. Com certeza, unindo as forças dos nossos municípios a gente tem como fazer muito mais. Em 2013, nós começamos um programa ‘Niterói cidade inteligente’ e naquela ocasião a gente não tinha praticamente nada nessa área e nós fomos trabalhando com o que cada secretaria podia oferecer em termos de demanda. Agrupando isso em soluções que podiam melhorar a rotina e serviço que é prestado por cada uma das nossas secretarias, fomos avançando com diversas outras iniciativas dos órgãos da Prefeitura. Hoje, Niterói é considerada uma das 10 melhores cidades do país em termos de cidade inteligente e queremos avançar muito mais”, explicou.

O diretor de projetos da Conleste, Carlos Cavalcanti, conversou com exclusividade com o Errejota Notícias. Ele contou que o evento é composto de três áreas: os painéis na sala principal que falam sobre cidades inteligentes, governo digital, sustentabilidade, técnicas de segurança e etc. Na área dois, são exposições das moneytech’s, das instituições acadêmicas e do setor público, fazendo gerar tripla hélice com a intenção de inserir no nosso ambiente público. Na área três, uma oficina temática sobre tecnologia e sustentabilidade de como criar políticas públicas para aproveitamento no regime eletrônico. “Então, o evento tem a área do conhecimento, a de exposição dos ecossistemas de inovação e a oficina temática”, resumiu.

Sobre a escolha da cidade de Niterói para sediar a 3° edição do evento, o diretor Carlos Cavalcanti com afirmou que “na realidade, o Conlestch é um consórcio público que monopoliza 17 Prefeituras do leste fluminense. Niterói foi mapeado como polo tecnológico onde o seu papel dentro desse programa de incentivo a economia do crescimento é de irradiar políticas públicas e ser também o foco entre os outros municípios. A ideia é que esses municípios se integrem e formem um grande polo tecnológico aqui na região, devido ao avanço tecnológico que Niterói tem”, frisou.

Cavalcanti ainda frisou como as cidades da Região Metropolitana funcionam na questão das cidades inteligentes. “Niterói é estratégico como Maricá, Teresópolis e Nova Friburgo, que são os quatro polos tecnológicos da região. Entretanto, como o mais avançado entre esses quatro polos, Niterói tem um papel fundamental de catalizador de políticas públicas”, afirma o diretor Cavalcanti.

A próxima edição do evento vai acontecer em Maricá com o tema “Estratégias Municipais de Ciência, Tecnologia e Inovação”.

*Estagiário sob a supervisão de Raquel Morais

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img