Rio de Janeiro,

quinta-feira, setembro 23, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Conselho de Consumidores irá recorrer contra reajuste da Enel

Mais lidas

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 9, reajuste médio de 6,02% nas tarifas da Enel Rio. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 10,38%. Já para a baixa tensão, a alta será de 4,63%.

O aumento será praticado a partir do próximo dia 15, mas o Conselho de Consumidores irá recorrer da decisão. Manoel Neto, presidente do Conselho de Consumidores, afirma que o reajuste é um peso a mais para o consumidor em tempos de pandemia.

“Esse ano foi muito incomum e apesar do reajuste médio ser de 6,02%, abaixo do esperado por conta dos investimentos da Conta Covid vai afetar muito a vida dos consumidores, tanto os de baixa tensão que terão reajuste de 4,63%, como os de alta tensão que terão reajuste de 10,38%. Esse consumidor de alta tensão já vive uma crise sem precedentes”.

Como representantes das classes residencial, rural, industrial, comercial e poder público, o Conselho de Consumidores da Enel Distribuição Rio seguirá fiscalizando e propondo sugestões de melhorias tanto em relação ao fornecimento de energia quanto às tarifas cobradas pela distribuidora.

“Já estamos trabalhando nesses cálculos e em breve apresentaremos um recurso a Aneel”, finaliza Manoel Neto.

spot_img
spot_img

Últimas noticias