Coronavírus: Itaboraí inicia vacinação na próxima quarta (20)

Foto: Divulgação Agência Brasil/Tomas Peter/ Reauters

Itaboraí deve aplicar as primeiras doses da vacina contra o Coronavírus na próxima quarta-feira (20); foi o que informou a Prefeitura na tarde desta segunda (18). A cidade deve receber 4.620 doses individuais em dois ciclos de aplicação.

Os primeiros a serem vacinados serão os trabalhadores da saúde da linha de frente, que compõem a rede de urgência e emergência, além de idosos das instituições de longa permanência. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os idosos serão vacinados nas próprias instituições públicas pela equipe volante de imunização, enquanto os profissionais de saúde serão imunizados nos ambientes de trabalho.

As primeiras doses da vacina devem chegar à cidade até a manhã desta terça-feira (19/01), conforme informaram o Superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde, Mário Sérgio, e o Coordenador Estadual de Imunização, Valter Almeida, ao prefeito Marcelo Delaroli e ao secretário Municipal de Saúde, Cosme Salles Filho. Uma reunião por videoconferência aconteceu na manhã desta segunda para alinhar a chegada das doses à cidade.

“Esse é um marco importante para o nosso município. Vamos com fé e esperança para reverter esse cenário da saúde! É fundamental seguir todos os direcionamentos informados pelo Ministério da Saúde, mas precisamos continuar nos cuidando. Não teremos vacinas suficientes para toda a população, inicialmente. Temos que manter os cuidados com a prevenção”, comentou o prefeito.

A vacina que chega, neste primeiro momento, é a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. Será aplicado na cidade o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

“Teremos que priorizar um pequeno grupo já dentro da prioridade. As unidades de saúde básica estão prontas para seguir o cronograma de ações do Ministério da Saúde. Também criamos um grupo de resposta rápida, composto por profissionais com experiência em imunização, para acompanhar os possíveis efeitos e reações adversas da vacina”, explicou Cosme Salles Filho.

Fases – O plano de imunização inclui quatro fases de vacinação. Após a primeira fase, o segundo grupo de pessoas que será vacinado inclui pessoas de 60 a 74 anos. Na terceira fase, o plano prevê a vacinação de pessoas com comorbidades. Já a quarta fase incluirá professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade.

Critérios – Os pacientes que vão receber as doses iniciais da vacina serão selecionados categoricamente pela Secretaria Municipal de Saúde. A estimativa prévia é que cerca de 2 mil profissionais de saúde sejam imunizados na primeira fase e pouco mais de 100 idosos assistidos em instituições de longa permanência.

Notícias Relacionadas