Rio de Janeiro,

sábado, setembro 18, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Covid-19: Jovens com mais de 22 anos começam a ser vacinados em São Gonçalo

Mais lidas

São Gonçalo começa a vacinação de jovens com mais de 22 anos nesta quarta-feira (7). Doze pontos de vacinação estão disponíveis, três deles com drive-thru. A Clínica Gonçalense do Mutondo e a Clínica Dr. Zerbini, no Arsenal, funcionam até 21h. Nestas duas unidades, os gonçalenses devem chegar até as 20h30 e nos outros locais até 16h30.

Na próxima sexta-feira (9), a cidade chega aos jovens de 18 anos na vacinação contra a covid-19. Todos os locais continuarão funcionando, normalmente, na próxima semana. 


Para dar continuidade à vacinação dos mais jovens, a Secretaria recebeu, nesta segunda-feira (5), mais 19.130 doses de Astrazeneca, 12.354 doses de Pfizer e 15.260 da Janssen. Vale lembrar que, mesmo após as datas, as vacinas continuarão disponíveis para todos os moradores e  não há necessidade de correria aos pontos de vacinação, principalmente nas primeiras horas da manhã.              Gestantes – As grávidas que tomaram o imunizante Astrazeneca vão receber a segunda dose da Pfizer, segundo informe técnico da Secretaria de Estado de Saúde. Essas grávidas estão aptas para esta vacina, em São Gonçalo, a partir do fim de julho. Vale lembrar que só as grávidas, puérperas e lactantes têm exclusividade para tomar a vacina da Pfizer. Pessoas com comorbidades, doenças neurológicas crônicas e deficiência permanente também podem tomar esta vacina, segundo o informe técnico do Governo do Estado. No entanto, não há exclusividade, já que estes grupos podem ser vacinados com outras vacinas. Para ter escolha do imunizante, o gonçalense deve ter um laudo médico indicando a aplicação da vacina escolhida e os motivos. 
A Secretaria também continua vacinando portuários, trabalhadores da educação, profissionais de educação física, guardas municipais, veterinários – que precisam estar trabalhando e comprovar o vínculo com São Gonçalo (empregatício ou de residência); grávidas, puérperas e lactantes com bebês de até 12 meses sem comorbidades com autorização médica; estagiários da saúde atuando em unidade hospitalar, pessoas com comorbidades, pessoas que têm doenças neurológicas crônicas, pessoas com deficiência permanente, pessoas com síndrome de down, trabalhadores da saúde da linha de frente e profissionais da saúde – todos acima dos 18 anos.  
Para a segunda dose, as vacinas Astrazeneca e Coronavac estão disponíveis. A primeira para quem tem mais de 12 semanas de vacinado e a segunda para quem tem mais de 21 dias de vacinado. A segunda dose da Pfizer ainda não está disponível. Para a segunda dose, todos devem estar munidos com o comprovante da primeira dose da vacina aplicada no município.


Comprovante de residência – Para a vacinação, todos devem apresentar CPF ou cartão do SUS, caderneta de vacinação e comprovante de residência no próprio nome. Quem não tiver comprovante de endereço no próprio nome poderá apresentar comprovante no nome de seus pais ou cônjuge, desde que comprove tal parentesco.   

Locais de vacinação, de segunda a sábado 

– Polo Sanitário Dr. Washington Luiz, Zé Garoto, das 8h às 17h     – Salão do Clube Mauá, Centro, das 8h às 17h 

– Umpa Nova Cidade, das 8h às 17h 

– Clínica Gonçalense do Mutondo, das 8h às 21h 

– Polo Sanitário Dr. Hélio Cruz, Alcântara, das 8h às 17h 

– Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal, das 8h às 21h 

– Polo Sanitário Rio do Ouro (não tem Pfizer), das 8h às 17h 

– PAM Coelho (não tem Pfizer), das 8h às 17h 

– Cras Vista Alegre, das 8h às 17h 

– PAM Neves, das 8h às 17h 

– Umpa Pacheco (não tem Pfizer), das 8h às 17h 

– Estacionamento da Igreja Universal do Reino de Deus de Alcântara (não tem Pfizer), das 8h às 17h  

Pontos com drive thru 

– Campo do Clube Mauá, Centro, das 8h às 17h 

– Centro de Tradições Nordestinas, Neves, das 8h às 17h      

– Cras Vista Alegre, das 8h às 17h 

spot_img
spot_img

Últimas noticias