Covid-19: Maricá tem 61% dos leitos ocupados

Os hospitais de Maricá estão recebendo pacientes com Coronavírus e a taxa de ocupação nos leitos vem aumentando a cada dia. Segundo dados divulgados pela prefeitura, atualmente, a cidade conta com cerca de 61% deles ocupados, sendo 3,6% de pacientes de outros municípios.

Até a última quinta-feira (19), os hospitais Doutor Ernesto Che Guevara e Conde Modesto Leal possuíam 43 leitos ocupados, o que representa 61% de vagas ocupadas e um total de 11 respiradores, que corresponde a 20% de respiradores em uso na cidade.

Em nota, a Prefeitura de Maricá informou que a semana, referente aos dias 12 a 19, apresentou um aumento no número de recuperados em relação ao número de confirmados na cidade, mas também apresentou uma maior procura a tenda de atendimento, o que demonstra que mais pessoas apresentaram sintomas compatíveis com os provocados pela Covid19.

Cerca de 70 pessoas procuraram o polo de atendimento no Centro da cidade com sintomas do novo Coronavírus, na última semana. Moradores que procuram o local, reclamam da demora da realização do exame. “Fui à tenda com alguns sintomas da Covid-19, mas não realizaram meu teste na hora, marcaram para o dia 28. Enquanto isso estou de quarentena em casa aguardando a realização do exame, fora o risco de contaminação, já que terei que sair de casa mais uma vez para ir ao centro fazer o exame”, contou uma moradora de Inoã, que preferiu não se identificar.

Ainda de acordo com a nota, o maior numero de pessoas com sintomas não representou um aumento no número de casos, apesar de ter representado um aumento no número de testes realizados. Na visão da Prefeitura de Maricá, o que pode ter provocado o aumento na procura de atendimento médico na tenda foi uma alternância de temperaturas observadas na cidade. Outro indicador foi o aumento no número de internações. Já os demais indicadores apresentaram recuo ou instabilidade.

A ocupação de leitos para Covid-19 nos hospitais Doutor Ernesto Che Guevara e Conde Modesto Leal é acompanhada semanalmente, visto que esse número flutua diariamente e mais de uma vez ao longo dos dias, de acordo com a Prefeitura de Maricá. Sendo assim, a média por sete dias responde com mais precisão ao acompanhamento necessário para o controle da pandemia. As duas unidades contam, no total, com 55 leitos de UTI, somente para pacientes com Covid-19.

Na última semana, o Hospital Doutor Ernesto Che Guevara teve 21 altas de pacientes, das quais 16 foram de maricaenses e outras cinco de moradores de outros municípios do Estado. Apesar da estabilidade do contágio na cidade, ainda existe a preocupação com o aumento da ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19.

A Prefeitura pede atenção redobrada por parte da população no cumprimento das medidas de proteção e prevenção, coletivas e individuais, principalmente o indispensável uso correto da máscara de proteção.

A cidade permanece em estágio de bandeira 2, onde existe uma maior flexibilização no horário de funcionamento de comércio, bares, restaurantes e academias.

Casos – O prefeito da cidade, Fabiano Horta, o ex-prefeito, Washigton Quaquá e o vice-prefeito eleito, Diego Zeidan foram diagnosticados com a doença na última semana. Devido as complicações do vírus, Quaquá, foi hospitalizado no Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara, em São José do Imbassaí, após um exame de tomografia acusar comprometimento de 25% a 50% dos pulmões.

Notícias Relacionadas