Rio de Janeiro,

quarta-feira, outubro 27, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #41

Covid-19: Profissionais de saúde de hospitais estaduais de São Gonçalo e Itaboraí recebem dose de reforço

Mais lidas

Para reforçar ainda mais a imunidade de quem está na linha de frente do combate à pandemia, a direção dos Hospitais Estaduais Alberto Torres (Heat), em São Gonçalo, e João Batista Cáffaro, em Itaboraí, e ainda da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Colubandê, também em São Gonçalo, disponibilizou a vacinação com a dose de reforço (terceira) contra a Covid-19 para todos os profissionais que tenham recebido a segunda dose do imunizante há, pelo menos, seis meses.

Médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, fisioterapeutas e pessoal de apoio estão recebendo a vacina da Pfizer.

A primeira a receber a terceira dose da vacina contra o Coronavírus no Heat foi a técnica de enfermagem Valdeci Ferreira, de 63 anos. Moradora de Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, e há 15 anos trabalhando na unidade, ela terminou o plantão no setor de emergência e foi imunizada no Centro de Estudos e Pesquisas. “Mais um momento importante em nossas vidas. Apesar da doença estar controlada, temos que continuar nos imunizando, nos protegendo”. 

A mesma sensação de proteção também foi sentida pelo colega de enfermagem Geraldo Coutinho, de 50 anos, que há 19 trabalha no Alberto Torres. “Mais um momento de reflexão e gratidão. Vivemos dias difíceis, com medo, insegurança, trabalhando na linha de frente, mas sempre oferecendo o nosso melhor com o objetivo de salvar vidas”, garantiu o profissional, que chegou a ficar afastado do trabalho em abril do ano passado após testar positivo para o Covid-19. 

Para receber a terceira dose, os profissionais devem apresentar documento de identidade e o cartão de vacinação com o registro das últimas duas doses. A imunização só pode ser aplicada nos profissionais que tomaram a última dose há seis meses. Para não atrapalhar o fluxo de atendimento nas unidades, a coordenação de enfermagem montou grupos de trabalho que beneficiam todos os plantões, inclusive os da noite e dos finais de semana.

Os Hospitais Estaduais Alberto Torres e João Batista Cáffaro e a UPA do Colubandê são administrados pelos Instituto de Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde (Ideas) em pareceria com o Governo do Estado do Rio.     

spot_img
spot_img

Últimas noticias