Rio de Janeiro,

sábado, setembro 25, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Covid-19:Maricá recebe 2.186 doses de vacinas e deve imunizar jovens com 18 anos ou mais

Mais lidas

Maricá recebeu nesta terça-feira (17), 2.186 doses contra a Covid-19, sendo 1.896 imunizantes da Pfizer, destinadas à primeira dose (D1) e 290 unidades da AstraZeneca, para aplicação da segunda dose (D2). Na próxima terça-feira (24), os jovens de 18 anos ou mais receberão os imunizantes.

Com isso, a Secretaria de Saúde irá vacinar toda a população com 18 anos ou mais com a primeira dose da vacina até o dia 24 de agosto, além de garantir a aplicação da segunda dose.

O calendário foi divulgado no sábado (14) após o município receber um novo lote com 7.244 doses. A vacinação avança nesta quarta-feira (18), com a aplicação da primeira dose para pessoas a partir de 22 anos, já na quinta-feira (19) será o dia da vacinação de pessoas com 21 ou mais e na sexta-feira (20), a população com 20 anos ou mais será imunizada.

A vacinação prossegue na próxima semana com o grupo de 19 anos ou mais recebendo a primeira dose na segunda-feira (23).

Já o grupo de gestantes, puérperas e lactantes com ou sem comorbidades de 18 anos ou mais, pode receber a sua dose no Posto de Saúde Central, as terças e quintas-feiras, de 9h às 12h, portando um documento com foto e atestado, declaração ou laudo médico que são lactantes ou a prescrição médica.

Vale destacar que, segundo o Ministério da Saúde, quando o indivíduo não completa o ciclo vacinal, ou seja, não toma as duas doses recomendadas, não tem a imunização esperada e fica mais propenso à infecção. Além disso, é importante reforçar que mesmo as pessoas que já estão imunizadas ainda precisam seguir com os protocolos de segurança como o uso de máscaras, higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel e o distanciamento social.

Para se vacinar com a segunda dose, é necessário apresentar apenas o documento de identificação e o cartão de vacinação.

A moradora de Itaipuaçu, Elsirene Oliveira, 50 anos, recebeu a segunda dose o USF Jardim Atlântico, e comentou a importância da imunização por completo. “Só uma dose não é suficiente. Com as duas doses diminuímos o risco de contaminação da Covid-19”, afirmou. “Se você não estiver completamente vacinado, com duas doses, você não está adequadamente protegido”, completou a moradora de Inoã, Rosa Alves, 55 anos.

spot_img
spot_img

Últimas noticias