CPI investigará despejo de substâncias químicas na Lagoa de Araruama

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) terá uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a ocorrência de danos ambientais e o despejo irregular de substâncias químicas nas lagoas de Araruama pela concessionária Prolagos S.A., responsável pelo saneamento na região, entre 2018 e 2019.

A medida será promulgada pela Alerj e publicada no Diário Oficial do Legislativo nos próximos dias. Com prazo de funcionamento de 90 dias, a CPI também investigará as condições das estações de tratamento da empresa.

A criação da CPI faz parte do projeto de resolução 284/19, dos deputados do PSL Dr. Serginho e Gustavo Schmidt, aprovado em discussão única nesta quarta-feira (13).

“Na região, a gente vive um problema sério com o despejo de esgoto na lagoa, prejudicando pescadores e atrapalhando o turismo. Essa CPI é para avançar sobre tudo aquilo que a Prolagos tem feito para atrapalhar a população”, declarou o deputado Dr. Serginho (PSL).

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.