Rio de Janeiro,

segunda-feira, outubro 18, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #41

Deputado Federal destina emenda de R$ 1 milhão para a saúde em São Gonçalo

Mais lidas

O Deputado Federal Glauber Braga (PSOL) destinou uma emenda de R$ 1 milhão para a saúde em São Gonçalo. A iniciativa do parlamentar do PSOL foi articulada pelo Vereador do partido na cidade.

O vereador Professor Josemar (PSOL),já havia feito o anúncio da emenda na sessão da plenária da Câmara Municipal na última quinta-feira (23).

O mandato do Deputado Federal Glauber Braga colocou à disposição de um debate público, uma emenda federal impositiva de R$ 1 milhão de reais para saúde de São Gonçalo.

Na noite desta sexta-feira (24), o mandato do deputado federal Glauber Braga, em articulação com o mandato do vereador Prof. Josemar, realizou uma plenária virtual para decidir a destinação de uma emenda participativa para a área da saúde no município de São Gonçalo no valor de R$ 1 milhão.

Uma plenária virtual foi realizada para decidir a destinação de uma emenda participativa para a área da saúde.

Glauber Braga abriu a atividade afirmando a necessidade de investimento na saúde e colocou que a participação popular é fundamental nas decisões das emendas e dos Orçamentos.

“Desde 2009, realizamos plenárias de emendas participativas, por entendermos que é fundamental debatermos com a população os rumos da verba pública”.

A emenda será destinada ao Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF).

Após algumas exposições, a plenária aprovou por unanimidade que a verba de R$ 1 milhão de reais será destinada para a ampliação do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF). O programa é mantido pelo poder público municipal, após o governo federal cortar as verbas .

O vereador Prof. Josemar, que acompanhou desde o início a mobilização dos trabalhadores do NASF contra os cortes, foi o responsável por defender que a verba da emenda fosse destinada para a ampliação desse programa.

“No início de 2020, o programa teve suas verbas cortadas pelo governo federal, o que ocasionou uma drástica redução na capacidade de atender a população. Dos 25 núcleos originais do programa NASF, restaram apenas 8 mantidos por recursos municipais. É preciso garantir e ampliar o serviço para a população”.


A assistente social Fernanda Sette, que trabalhou no NASF durante 9 anos, afirmou que “ o programa é fundamental, pois reúne uma equipe multidisciplinar que oferece serviços de psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia e assistência social”.
A atividade foi realizada de maneira virtual, contando com a presença de 80 participantes, oriundos de movimentos sociais, sindicatos, trabalhadores da saúde do município e população em geral

spot_img
spot_img

Últimas noticias