Dezembro Vermelho: conscientização sobre DST’s em Maricá

camisinha
A cidade de Maricá realizará neste mês de dezembro, em comemoração ao Dia Mundial da Luta contra a Aids, celebrado nesta terça-feira (1º), uma  Campanha de Prevenção ao HIV/AIDS e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (DST’s), conhecida como Dezembro Vermelho. Serão distribuídos kits com camisinhas masculinas e femininas, lubrificante íntimo e material informativo para colaboradores e pacientes nas unidades de saúde.
Nesta terça-feira, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Maricá realizou uma ação de conscientização para o público e os funcionários do Hospital Municipal Conde Modesto Leal, já que o serviço funciona em um prédio anexo à unidade.

“Nós trabalhamos com demanda espontânea. Não precisa de um pedido médico para testar e saber seu diagnóstico para HIV. Muitas pessoas convivem com a doença e não sabem. A intenção é atender as pessoas, inclusive de outros municípios, que procuram o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). É necessário apresentar apenas um documento de identidade com foto. Oferecemos não só a testagem de HIV, mas o pacote completo: Sífilis, Hepatite B e C também”, comenta a bióloga responsável pelo CTA, Claudia Rodrigues.

Segundo a bióloga as pessoas devem estar atentas as doenças sexualmente transmissíveis. “O HIV está aí. A doença não foi erradicada. Temos medicamentos muito efetivos, com resultados diferenciados para quem preconiza o tratamento. Por isso, o ideal é um diagnóstico precoce. Infelizmente, o número de contaminados está crescendo, principalmente no público adolescente. A prevenção e o cuidado à nossa saúde são de extrema importância”, explica.

É importante lembrar que todas as 24 Unidades de Saúde da Família (USF) oferecem, também, de forma 100% descentralizada, a testagem rápida para o diagnóstico das quatro doenças. No CTA, em média, por mês, são atendidas 150 pessoas, que chegam de forma espontânea ou por terem sofrido um acidente de trabalho que envolva uma possível contaminação ou por ter sofrido abuso sexual. Esse número caiu muito devido à pandemia do novo coronavírus.

O CTA fica no Centro de Maricá, anexo ao Conde, funciona 24 horas de domingo a domingo, para aconselhamento pré-teste e pós-teste, além da realização dos exames rápidos de diagnóstico. Se o resultado for reagente para uma ou outra patologia, o paciente consegue receber o atendimento no prazo interior à 24 horas. Os atendimentos acontecem de segunda a sábado.

 

Notícias Relacionadas