DH tenta localizar PM que matou homem em Itaipuaçu

Redes Sociais
Redes Sociais

A polícia Civil realiza na manhã desta quinta-feira uma operação para prender o soldado da Polícia Militar Luiz Felipe Mendes de Souza. O PM, que serve no 23º BPM (Leblon), é suspeito de ter matado Bruno Gonçalves Crespo, de 35 anos, no último dia 19, na saída de um bar em Itaipuaçu, Maricá. 

Segundo a DH, Bruno estava em um bar em Itaipuaçu, distrito de Maricá, com duas amigas. Uma testemunha conto que uma das meninas teria colocado um balde de cerveja na mesa onde estava o policial com a esposa, dando início a confusão que terminou com a morte de Bruno. 

“As testemunhas contaram que houve uma discussão dentro do bar. No entanto, na saída, diante de uma nova discussão, o policial foi até seu carro e pegou uma arma, atirou para o alto e em direção ao grupo, onde estava a vítima. Um disparo atingiu Bruno nas costas”, contou o delegado Gabriel Poiava.

Os agentes da Divisão de Homicídios chegaram a realizar buscas na casa do PM, mas o soldado não havia sido encontrado. Ele já é considerado foragido.

Notícias Relacionadas