Dia dos Pais pode reaquecer o comércio de Maricá

Um estudo realizado pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Maricá (CDL-Maricá), em relação as vendas para o dia dos pais, mostrou que 50% dos comerciantes da cidade esperam vender mais que a mesma data em 2019.

“Estamos vivendo um momento diferente este ano. As lojas permaneceram fechadas por pelo menos três meses e é natural que a retomada das vendas seja mais lenta. Apesar de termos um percentual alto de lojistas que acreditam em vendas melhores, outra metade está mais cautelosa. Ainda estamos vivendo o impacto econômico devido à crise causada pelo coronavírus”, avaliou o presidente da CDL-Maricá, Paulo Santos.

Cautela na hora dos gastos

O consumidor deve gastar menos este ano com o presente para o Dia dos Pais. Segundo uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) com 5,2 mil consumidores de todo o país, o gasto com o presente da maioria dos entrevistados (32% do total) deverá ficar entre R$ 51 e R$ 100. No ano passado, o ticket médio pretendido para gasto com o presente do pai era de R$ 160.

A pesquisa foi feita entre os dias 27 de julho e 3 de agosto. De acordo com a pesquisa, 19% dos entrevistados não vão comprar qualquer presente para os pais. Dos que vão comprar, 13% vão gastar mais do que R$ 201; 14% pretendem comprar algo entre R$ 151 e R$ 200; e 14%, algo entre R$ 101 e R$ 150.

A maior parte dos pais desses consumidores deverão ganhar produtos na área de vestuário (44%), perfumes e cosméticos (12%), calçados (10%) e produtos eletrônicos (8%).

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.