Diego Zeidan anuncia que deixará a Secretaria de Economia Solidária de Maricá

O secretário de Economia Solidária Diego Zeidan anunciou, em suas redes sociais, que deixará o comando da pasta a partir de janeiro de 2020. O anúncio, que pega todos de surpresa, acontece no dia seguinte à posse dos novos secretários no governo de Fabiano Horta.

Segundo Diego Zeidan, ele permanecerá a frente da secretaria até a conclusão do cadastramento do Renda Básica da Cidadania, popularmente conhecida como Bolsa Mumbuca.

”Volto para a sociedade civil para continuar o trabalho de organização popular e da juventude. A burocracia da máquina pública é feita para impedir o trabalho popular, pra impedir que o povo participe das decisões do Estado. Por isso, sinto que serei mais util fora do governo, ajudando a reorganizar meu partido, o PT, ajudando a organizar os movimentos de base como associações, grêmios e organizações populares em Maricá. Também cuidando mais da minha vida pessoal, me dedicando mais aos estudos e à minha formação acadêmica e a alguns projetos particulares”, pontuou Diego.

Diego afirmou que deixará a administração com sensação de dever cumprido. “Todas as missões que me foram dadas foram cumpridas. Junto com minha equipe, fiz muito além. Logo no inicio, iniciei o recadastramento do Mumbuca que computadorizou todo o cadastro, trazendo agilidade e reduzindo a burocracia pro povo beneficiário”, disse.

O secretário, que é filho do ex-prefeito Washington Quaquá e da deputada estadual Rosângela Zeidan, elencou os feitos de sua gestão. “Criamos o Mumbuca Indígena, programa que traz um entendimento revolucionário sobre o papel do Estado frente às comunidades indígenas. Criamos o Mumbuca Futuro, que vai mudar as bases da educação maricaense. Mudamos o Bolsa Mumbuca adotando a lógica e a universalidade da Renda Basica de Cidadania. Mudamos todo o sistema do Mumbuca, permitindo a fundação do Banco Comunitário e a abertura de contas correntes, permitindo que todos os cidadãos tivessem acesso à Moeda Mumbuca e permitindo também a abertura das linhas de crédito a juros zero. Abrimos 3 agências do Banco Mumbuca, levando a atividade bancárias a localidades que a anos precisavam e não tinham banco. Também criamos o Circuito de Feiras Livres Solidárias, gerando emprego e renda e aproximando o produtor do consumidor. Entregamos os títulos de posse da horta comunitária do Manu Manuela, ajudando no estabelecimento da Reforma Agrária em Maricá. Levamos a experiência de Maricá pra fora do país, com participação em palestras, seminários e eventos em lugares como Fórum Social Mundial na Bahia, Fortaleza no Ceará, Santa Maria no Rio Grande do Sul, Bilbao na Espanha, Rosário na Argentina”, elencou.

Por fim, Diego Zeidan agradeceu ao prefeito Fabiano Horta pela confiança, desejou sucesso no término de sua gestão e afirmou que estará ao lado do chefe do Executivo municipal na campanha de reeleição, que acontecerá em 2020.

Notícias Relacionadas