Dimas é o candidato da coligação “São Gonçalo pode mais”

O Partido dos Trabalhadores realizou na noite de quinta-feira, 16, sua convenção para sacramentar a candidatura do médico sanitarista Dimas Gadelha como candidato a prefeito de São Gonçalo, tendo como vice na chapa, o advogado Marlos Costa do PDT. A convenção realizada no Clube Tamoio contou com a presença do prefeito de Maricá, Fabiano Horta e de integrantes da coligação do PROS e da Rede Sustentabilidade.

Em seu discurso Dimas Gadelha ressaltou a formação da aliança visando a recuperação da cidade e prometeu implantar projetos semelhantes aos de Maricá e de Niterói.

“Estamos aqui fazendo história e tenho gratidão por contar com dois grandes amigos que são Marlos Costa e Gilson do Cefen que estarão comigo nesta batalha pela transformação de São Gonçalo numa cidade melhor, por que São Gonçalo pode mais.Teremos um vice que não será um vice decorativo. Marlos no primeiro dia de governo terá a missão de iniciar a reforma administrativa”, adiantou o candidato Dimas.

“A gente só vê São Gonçalo andar pra trás, mas nós podemos mais e faremos muito mais. Nosso objetivo é construir uma cidade melhor. Mas pra isso é preciso romper com quem fica por trás, com os empresários de ônibus. Vamos propor consórcios intermunicipais para discutir problemas regionais, como a mobilidade urbana, por exemplo. A cidade precisa ter um prefeito que diga aqui não, aqui quem manda sou eu, é o povo. São Gonçalo tem uma das tarifas de ônibus mais caras do Brasil”, discursou.

Dimas lembrou ainda que a prefeitura tem orçamento que precisa ser bem planejado.

“A prefeitura gasta atualmente cerca de 100 milhões de reais com a coleta de lixo, mas só arrecada 45. A conta não fecha e precisamos reduzir esse custo. É inadmissível São Gonçalo não possuir coleta seletiva de lixo. Vamos criar uma
empresa de lixo, economizar recursos e gerar emprego e renda. O orçamento é igual ao cobertor curto, você tem que se adaptar. Podemos fazer link com uma moeda social. É preciso incentivar a agricultura local, a merenda escolar comprada direto do produtor. Garantir inovação científica e tecnológica”, enumerou.

Já o candidato a vice, Marlos Costa avaliou a necessidade de aliança.
“Chegou um momento que a gente percebeu que a união não é apenas a soma, mas a multiplicação. A gente vai ter a oportunidade de mudar e fazer muito mais. A gente tem dois grandes exemplos como Niterói e Maricá. Vivemos um momento da mentira com as fake news. A gente não pode mais aceitar a mentira nessas eleições. Nós somos servidores públicos e estamos a serviço da população. Com capacidade de olhar no olho do povo e o povo de nós sabendo que estamos ao lado da população”, afirmou.

A regionalização de algumas ações foi levantada também pelo prefeito Fabiano Horta.

“Eu tô aqui por que eu não moro numa ilha, eu moro numa região e a gente pode trabalhar de forma consorciada, São Gonçalo, Maricá e Niterói. O que transforma é a capacidade de propor e de assumir compromissos com o povo e tenho conversado muito com Dimas e vejo que é um grande gestor”.

O foco da aliança também estará na bancada de vereadores e foi lembrada pelo presidente estadual do PT.

“Queremos eleger a maior bancada do partido dos trabalhadores e dos aliados da história de São Gonçalo para garantir que São Gonçalo tenha projetos sociais fantásticos, como vermelhinho, a moeda social e também uma política de segurança pública, disse João Maurício, presidente regional do PT.

No telão vários depoimentos, com destaque para as falas do ex-presidente Lula e do ex-candidato à presidência, Fernando Haddad, da deputada federal Benedita da Silva e dos deputados estaduais Rosângela Zeidan e Waldeck Carneiro.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.