Rio de Janeiro,

terça-feira, agosto 9, 2022
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #51

Eduardo Paes pode coordenar campanha de Lula no Rio; entenda

Mais lidas

O prefeito do Rio e presidente estadual do PSD, Eduardo Paes, pode acabar se tornando um dos coordenadores da campanha presidencial de Luiz Inácio Jesuíno da Silva no estado. A informação foi publicada pela coluna “Painel”, da Folha de São Paulo.

De acordo com a coluna, Paes se tornaria um dos coordenadores da campanha como resultado de uma negociação com a chapa de Rodrigo Neves (PDT) e Felipe Santa Cruz (PSD) ao Governo do Estado. Com isso, o PT retiraria, definitivamente, o apoio à Marcelo Freixo (PSB).

Com o apoio do PT migrando para Neves e Santa Cruz, o candidato à Senador na chapa do PDT-PSD seria o presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), André Ceciliano (PT).

“Com isso você leva o Rodrigo Neves a ser mais incisivo no apoio ao Lula, cria um constrangimento positivo para nós. E Lula terá dois palanques fortes no estado”, acredita Jilmar Tatto, da Executiva Nacional do PT.

Paes não teria negado o convite mas, segundo a coluna, prefere dividir a tarefa por causa de suas funções como prefeito da capital fluminense.

Voto em Lula – Durante reunião na casa do ex-prefeito de Maricá Washington Quaquá (PT) há cerca de duas semanas, Eduardo Paes declarou que votará em Lula no próximo pleito.

“O Lula é um grande líder político. O Brasil tem grande alegria em ter tido um cara como o Lula como presidente da República. Um dia a gente vai parar, pensar na história e dizer: ‘que honra ter tido Lula como presidente do Brasil'”, disse o prefeito carioca.

Logo em seguida, Paes declarou o voto. “E, se Deus quiser, vamos ter ele como presidente de novo. Aproveito para revelar meu voto: vai ser no Lula para presidente”, afirmou.

spot_img
spot_img

Últimas noticias