Eleição presidencial é pauta na Câmara Municipal de Maricá

Foto: Diogo Fernandes

Foto: Diogo Fernandes

Durante a sessão da Casa Legislativa de Maricá realizada nesta quarta-feira (17), os vereadores Fabrício Bittencourt (PTB), líder do governo, e o vereador oposicionista Filippe Poubel (PSL) debateram a polarização do pleito, no próximo dia 28, onde ambos apontaram seus pontos de vista divergentes sobre os candidatos ao Palácio do Planalto.

Poubel, eleito deputado estadual, levantou a discussão acerca de funcionários da prefeitura de Maricá que, segundo o vereador, estariam sendo obrigados a bandeirar a favor do candidato Fernando Haddad (PT) nas ruas de Maricá.

“Eu não vejo funcionários da prefeitura fazendo as coisas obrigadas. Pelo contrário, vejo os funcionários com uma espontaneidade muito grande. Mostrando a força do PT em Maricá. O governo do ex-presidente Lula e o futuro governo do presidente Haddad será um governo de excelência. Que não engana o povo”, respondeu o líder do governo na Câmara, Fabrício Bittencourt.

O vereador Felipe Paiva, subiu à tribuna para falar sobre o efeito das notícias falsas nas eleições e dentro da Casa. “Esta tribuna tem sido palco de Fake News. Que estão hoje decidindo esta eleição. Tenho alertado desde o início do meu mandato sobre elas. Várias acusações mentirosas já foram feitas nessa tribuna, e a gente não vê depois o vereador voltar e pedir desculpa”, disse.

Na ordem do dia, foi votado projeto de lei nº 186/2018 oriundo da mensagem nº 24 de autoria Do Poder Executivo que institui o Programa de Locação Social de Maricá. Foram votadas também, moções de autoria dos vereadores Ricardinho Netuno, Marcus Bambam, Chiquinho e de Fabrício Bittencourt.

Notícias Relacionadas