spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Eleições 2024: produção das novas urnas eletrônicas é concluída

spot_imgspot_img

Mais lidas

Nessa semana o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou a última urna eletrônica montada na fábrica da Positivo Tecnologia, responsável pela fabricação das 219.998 urnas eletrônicas para as eleições de 2024. Os equipamento foram entregues aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) para distribuição aos 5.569 municípios.

De acordo com o TSE as versões mais atuais das urnas eletrônicas começaram a ser produzidas em maio 2023. Durante a fase de produção, um grupo de servidores e colaboradores do TSE fica instalado em Ilhéus, cidade onde a urna eletrônica é montada para monitorar a confecção e a aplicação dos testes funcionais.

A equipe ainda realiza a auditoria dos aparelhos que passaram pelas etapas anteriores de fiscalização. “Foi um processo [de produção] bem demorado, o que é natural, porque é feito com muito critério e muita observação”, afirma o coordenador de Tecnologia Eleitoral do TSE, Rafael Azevedo.

O novo modelo 2022 conta com as mesmas inovações da urna 2020. Além de processador mais potente – 18 vezes mais rápido que o existente na versão de 2015 –, os novos equipamentos possuem perímetro criptográfico certificado pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP Brasil) e mecanismo de criptografia aprimorado, com o uso de algoritmo do tipo E521 (ou EdDSA), considerado um dos mais apurados do mundo.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img