Eleições: cerca de 30 mil policiais nas ruas no dia da votação

Segurança Presente Foto: Philippe Lima

Cerca de 600 agentes que trabalham nos programas Segurança Presente, Lei Seca e Marcha pela Cidadania e Ordem vão reforçar o patrulhamento durante as eleições municipais no estado. Ao todo, haverá cerca de 30 mil policiais, entre civis e militares, garantindo o processo de votação no Rio de Janeiro. O pedido de apoio das forças estaduais foi feito ao governador em exercício Claudio Castro pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). Desta vez, a eleição 2020 não contará com a participação da Força Nacional de Segurança (FNS).

“Recebi a ligação do presidente do TRE-RJ, o desembargador Cláudio Brandão, com a intenção de estabelecermos uma grande parceria.  Ele demonstrou confiança no governo do estado e nas forças de segurança estaduais e, em seguida, também avaliamos a ideia de incluir os agentes do Segurança Presente, da Lei Seca e Marcha nas eleições municipais. É um orgulho para nós este convite do TRE-RJ, e estamos gratos. Quero agradecer aos esforços de cada um dos senhores e senhoras que tem se dedicado a levar segurança à população” afirmou o governador, dirigindo-se aos agentes que participaram de uma capacitação promovida pelo TRE, nesta segunda-feira, no Palácio Guanabara.

No total, 22.036 policiais militares e 8 mil policiais civis estarão a postos para reforçar a segurança de quase 5 mil locais de votação. Eles também darão suporte à escolta das urnas eletrônicas e apuração dos votos. As unidades de operações especiais das duas polícias também ficarão de prontidão para qualquer necessidade de acionamento.

Já os 600 agentes dos programas Segurança Presente, Lei Seca e Marcha pela Cidadania e Ordem, além do apoio no patrulhamento e do atendimento à população, também terão a missão de garantir o uso de máscaras e o distanciamento social necessário a fim de evitar a disseminação da Covid-19.

“Os agentes complementam o serviço de segurança pública. Eles farão a diferença, já que atuam diariamente em programas de sucesso que têm a credibilidade das pessoas. O trabalho que realizamos de polícia de proximidade trará um diferencial a essas eleições. Com cuidado e cordialidade, temos certeza que teremos uma eleição segura e cidadã em 2020”, ressaltou o subsecretário de Ações Estratégicas da Secretaria da Casa Civil, Antônio Carlos dos Santos.

Notícias Relacionadas