Leia a nossa última edição #73

spot_img
spot_imgspot_img

Empreendedorismo feminino: Isa Colli, da literatura nacional para o mundo

spot_imgspot_img

Mais lidas

O empreendedorismo feminino envolve muitas iniciativas feitas por mulheres nos negócios, mas a característica fundamental é a paixão, que combinada à expertise, leva ao caminho do sucesso. Esse é o caso da escritora e jornalista Isa Colli no mercado editorial.

Nascida em Presidente Kennedy, no Espírito Santo, a autora brasileira foi inserida no universo literário ainda criança, quando sua mãe utilizava da leitura criativa e de cartilhas para entreter e cuidar da filha.

Ela iniciou a escrita por meio de um diário dado por seu pai aos 12 anos, com textos particulares nutridos de sentimento e sensibilidade, que foram se transformando em poesias, poemas e romances. Aos 13 anos, escreveu seu primeiro livro “A Árvore Dourada”, que fala sobre a preservação da natureza e os seres que vivem e se nutrem dela.

Mesmo com aptidão e paixão pela leitura, a autora se formou em moda, para depois cursar jornalismo. Em 2001, ingressou na antiga TVE, atual TV Brasil, onde pôde crescer, estudar e aprimorar suas habilidades com a escrita. Em 2011, teve seu primeiro livro lançado, o romance “Um amor, um verão e o milagre da vida”, reeditado com o nome “O Recomeço”, que abriu portas para novos estilos de escrita, levando-a inclusive a ser convidada, em 2013, a escrever livros com a temática infantojuvenil. Nos anos seguintes, após descobrir um câncer e uma doença degenerativa, se dedicou totalmente à escrita e à literatura. Voltou a publicar livros em 2016 e 2017, mas nunca parou de produzir.

Foto de Divulgação

Em 2018, a escritora e jornalista criou sua própria editora para gerenciar e ter autonomia na carreira, além de criar oportunidades para outros escritores. Imortal da Academia Internacional de literatura Brasileira (AILB), divide o seu tempo entre os dois países em que vive atualmente: Bélgica e Brasil. Sempre que possível, Isa vem ao Brasil para uma maratona literária nas escolas e para participar de eventos. Em 2019, foi palestrante no Seminário de Narrativas Visuais de Vitória (ES) e no Encontro Nacional de Conselhos de Alimentação Escolar, em Guarulhos (SP).

Em 2020 participou da Bienal Virtual de São Paulo e outros eventos literários online. Em 2021, levou a Colli Books para a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, onde a autora já havia marcado presença em 2017 e 2019. Este ano, a escritora participou do Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços) e a Bienal Rubem Braga.

Além das feiras nacionais, Isa contabiliza importantes eventos internacionais em Bolonha, Bruxelas, Lisboa e Frankfurt. A autora tem em sua biografia 27 títulos infantojuvenis, incluindo seu primeiro livro escrito aos 13 anos; um romance e um livro de poesia. Por sua contribuição à literatura e à educação, recebeu moções Congratulatórias nas Câmaras de Vereadores de Petrópolis (RJ), Rio de Janeiro (RJ) e Presidente Kennedy (ES). Outra homenagem foi a Medalha 55, concedida pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, uma comenda muito especial de reconhecimento ao seu trabalho.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img