EPT faz nova locação emergencial de ônibus da VNS Amparo

Foto: Divulgação / PMM

Com o primeiro contrato emergencial se encerrando na próxima terça (12) e o processo licitatório de locação de 37 ônibus parado no Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Empresa Pública de Transportes de Maricá (EPT) realizou novo processo emergencial de aluguel de veículos para reforçar a frota. Novamente, a empresa que apresentou o menor valor foi a Viação Nossa Senhora do Amparo.

“Está em fase final a licitação ordinária. Porém, com a pandemia e a averiguação final do TCE (que atrasou um pouco a finalização), tivemos que fazer outro processo licitatório emergencial”, explicou o presidente da EPT, Celso Haddad.

Segundo ele, houve o interesse de outras empresas, mas a VNS Amparo ofereceu custo menor. Várias empresas participaram, e a Amparo novamente ganhou com um preço bem mais baixo”, disse Haddad. Vale lembrar que o primeiro contrato emergencial também foi assinado com a empresa de ônibus maricaense.

Conforme publicado na edição especial do Jornal Oficial de Maricá publicado nesta sexta (08), serão pagos R$ 7.878.779,77 durante a vigência do novo contrato, que é de seis meses. Além de 23 veículos, a Viação Nossa Senhora do Amparo também vai ter que ceder motoristas e o combustível. Os coletivos irão circular nas 17 linhas operadas pela EPT.

Fim do contrato – O primeiro contrato emergencial para a locação de ônibus começou a valer em 15/11/2019, quando nove veículos começaram a reforçar a frota da EPT e, consequentemente, as linhas. O aumento no número de carros locados nas operações aconteceu gradativamente. A validade contratual termina na próxima terça (12) e, com isso, o contingente de coletivos teriam que ser devolvidos para a VNS Amparo.

Nesse novo contrato, há a previsão de encerramento antes dos seis meses. Para que isso ocorra, basta que o TCE termine a análise da licitação ordinária. “Temos uma cláusula resolutiva que diz que terminada a análise do TCE ao processo licitatório ordinário, o contrato emergencial será encerrado e licitação ordinária começará”, concluiu Celso Haddad.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.